fbpx
Geral

AIFU multa 11 estabelecimentos em Curitiba

Uma ação curiosa foi num clube de jogos de azar na Praça Rui Barbosa, multa de 550 reais porque as pessoas jogavam baralho sem máscaras

Uma sauna no Rebouças, recebeu dois autos de infração, um por aglomeração, no valor de R$ 5 mil, e outro pela falta de controle do uso de máscara de proteção, no valor de R$ 550.

Também foram multados um bar e lanchonete com sinuca no Portão, no valor de R$ 5 mil, por funcionamento após às 22 horas e pelo mesmo motivo uma distribuidora de bebidas, no Xaxim, também com multa de R$ 5 mil.
Vinte e um estabelecimentos comerciais de diferentes bairros foram fiscalizados durante os dois primeiros dias de vigência da Lei Municipal 15799/2021, que pune pessoas e empresas que descumprirem as medidas restritivas necessárias para o enfrentamento da disseminação da covid-19.

Equipes da Guarda Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, fiscais das Secretarias Municipais do Urbanismo, Meio Ambiente e agentes da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito (Setran) vistoriaram sete estabelecimentos nos bairros Água Verde,  Rebouças, Xaxim, Portão e Centro. Seis deles foram interditados e multados, dois deles com mais de um auto de infração.

Foram autuados e tiveram as atividades encerradas imediatamente um bar e restaurante no Água Verde, onde as equipes constataram aglomeração que rendeu multa no valor de R$ 5 mil e outra também de R$ 5 mil, por funcionamento após o horário permitido, das 22 horas.

Um bar no Água Verde foi multado no valor de R$ 5 mil por desenvolver atividade que está suspensa por meio do Decreto nº 1710/2020.

No Rebouças a Superintendência de Trânsito (Setran) ainda guinchou dois veículos que estavam sem licenciamento, conforme previsto no artigo 230, inciso V, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A infração é de natureza gravíssima e, além da remoção do veículo, acarreta multa no valor de R$ 293,47 ao proprietário.

“Com a nova Lei buscamos fortalecer a fiscalização do cumprimento das medidas restritivas que são absolutamente necessárias para conter a transmissão do novo coronavírus e com isso garantir a saúde da população e que a cidade não precise adotar medidas drásticas que afetem amplamente a economia local”, diz o prefeito Rafael Greca.

Desde o início do combate ao novo coronavírus as equipes da Prefeitura já fizeram 40.668 ações de inspeção ou fiscalização, em diferentes frentes de ação. As  ações são pautadas a partir das denúncias feitas pela população, por meio da Central e aplicativo 156 e 153, da Guarda Municipal.

 

 

fotos Daniel Castellano-SMCS

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo