Esporte

André Marques e Danilo Dirani vencem novamente em Cascavel

Esse título poderia ser copiado da etapa do sábado, que teve os mesmos vencedores, mas o enredo foi completamente diferente.

Na primeira corrida, Marques teve uma atuação perfeita.

Com o Mercedes-Benz da equipe AM Motorsport, o piloto do caminhão #77 faturou o chamado Grand Chelem (pole, vitória, melhor tempo e todas as voltas lideradas).

Para completar a festa, ele contou com a escolta do companheiro de equipe Wellington Cirino, atual líder do campeonato, e de Beto Monteiro.

“Vencer é sempre ótimo, ainda mais duas vezes no fim de semana. Hoje fizemos a pole e repetimos a vitória de ontem. Foi sofrido, mas deu tudo certo no final e conquistamos excelentes pontos na briga pelo título”, conta Marques, que agora tem 124 pontos, apenas três atrás de Cirino.

Dirani, que foi o quinto e passou a primeira disputa inteira preso atrás de Roberval Andrade (com direito à reclamação gestual na reta dos boxes em duas oportunidades), partiu em quarto e pulou para segundo na largada.

Foi quando ele encontrou a segunda pedra no sapato deste domingo: Leandro Totti.

De volta após ficar de fora no último encontro, em Interlagos, e abandonar as corridas de ontem logo no inicio, Totti fez jus ao apelido de “Marvado” e fez de tudo para conter o ímpeto de Dirani, que passou na base do braço, forçando o rival da Volvo a um erro que o permitiu assumir o traçado ideal é efetuar a ultrapassagem.

Totti conseguiu se segurar e ser o segundo, à frente de Roberval Andrade, Paulo Salustiano e Felipe Giaffone, que completaram o pódio – uma cena impressionante foi ver Beto Monteiro fazer toda a segunda corrida com um pneu traseiro furado – fruto de destroços na pista – e chegar à frente de Cirino, no fim.

“Aqui em Cascavel foi realmente para começar o campeonato. E nas duas corridas, largando da quarta posição, a primeira foi mais complicada; na segunda fiz uma boa largada, fui para segundo e fiquei ali na briga com o (Leandro) Totti. Acho que faltando umas três voltas ele deu uma erradinha ali na curva 8, consegui tracionar melhor e passei na primeira curva. Foi minha única oportunidade de ultrapassar. Feliz e agradecido pelas duas vitórias do final de semana”, completa Dirani.

Já na SuperTruck, Felipe Tozzo mostrou que é o cara a ser batido e venceu as duas corridas. Para melhorar ainda mais sua situação no campeonato, onde lidera isoladamente, seus principais rivais tiveram percalços pelo caminho – como Giuliano Losacco, que abandonou a segunda corrida logo na partida.

O próximo encontro da Copa Truck acontece nos dias 14 e 15 de agosto no circuito de Tarumã, em Viamão (RS), retornando após um hiato de quase quatro anos. Confira os resultados:

Corrida 1

  1. André Marques (MB), 17 voltas a 26:08.960
  2. Wellington Cirino (MB), a 1.905
  3. Beto Monteiro (VW), a 5.658
  4. Roberval Andrade (VW), a 8.057
  5. Danilo Dirani (MB), a 8.236
  6. Paulo Salustiano (VW), a 11.378
  7. Leandro Totti (VOL), a 13.495
  8. Felipe Giaffone (IVE), a 15.410
  9. Felipe Tozzo (IVE/S), a 17.105
  10. Jaidson Zini (MB), a 19.270
  11. Giuliano Losacco (MB/S), a 23.571
  12. Luiz Lopes (MB), a 26.715
  13. Adalberto Jardim (PRO), a 27.992
  14. José Augusto Dias (VW/S), a 28.704
  15. Valmir Benavides (IVE), a 29s425
  16. Debora Rodrigues (VW), a 38.089
  17. Glauco Barros (MB/S), a 43.784
  18. Evandro Camargo (MB/S), a 50.384
  19. Daniel Kelemen (MB/S), a 52.869
  20. Danilo Alamini (VW/S), a 1 volta
  21. Ricardo Alvarez (SCA/S), a 1 volta
  22. Fabio Fogaça (PRO/S), a 3 voltas
  23. Rodrigo Pimenta (PRO/S), a 4 voltas

 

Não classificados

Djalma Pivetta (IVE/S), a 14 voltas

PP Fernandes (MB/S), a 16 voltas

 

Melhor volta: André Marques, 1:20.025

 

Corrida 2

 

  1. Danilo Dirani (MB), 14 voltas em 20:01.748
  2. Leandro Totti (VOL), a 1.453
  3. Roberval Andrade (VW), a 3.355
  4. Paulo Salustiano (VW), a 6.125
  5. Felipe Giaffone (IVE), a 8.037
  6. André Marques (MB), a 8.816
  7. Beto Monteiro (VW), a 11.686
  8. Wellington Cirino (MB), a 11.949
  9. Jaidson Zini (MB), a 12.377
  10. Felipe Tozzo (IVE/S), a 21.226
  11. Adalberto Jardim (PRO), a 24.413
  12. Luiz Lopes (IVE), a 25.262
  13. Debora Rodrigues (VW), a 25.672
  14. Evandro Camargo (MB/S), a 29.170
  15. Danilo Alamini (VW/S), a 34.680
  16. Glauco Barros (MB/S), a 35.326
  17. Daniel Kelemen (MB/S), a 44.625
  18. José Augusto Dias (VW/S), a 45.079
  19. Ricardo Alvarez (SCA/S), a 1 volta
  20. Rodrigo Pimenta (PRO/S), a 3 voltas

 

Não classificado

Valmir Benavides (IVE), a 6 voltas

Giuliano Losacco (MB/S), a 14 voltas

Fabio Fogaça (PRO/S), a 14 volta

Djalma Pivetta (IVE/S), a 14 voltas

PP Fernandes (MB/S), a 14 voltas

 

Melhor volta: Danilo Dirani, 1:20.575

 

Classificação

 

Pro

  1. Wellington Cirino, 127
  2. André Marques, 124
  3. Felipe Giaffone, 103
  4. Paulo Salustiano, 90
  5. Roberval Andrade, 87
  6. Beto Monteiro, 85
  7. Valmir Benavides, 76
  8. Jaidson Zini, 76
  9. Luiz Lopes, 74
  10. Danilo Dirani, 69
  11. Adalberto Jardim, 68
  12. Leandro Totti, 29
  13. Debora Rodrigues, 28

 

Super

  1. Felipe Tozzo, 139
  2. Glauco Barros, 106
  3. Giuliano Losacco, 94
  4. Evandro Camargo, 88
  5. Danilo Alamini, 86
  6. José Augusto Dias, 78
  7. Daniel Kelemen, 74
  8. Djalma Pivetta, 67
  9. Ricardo Alvarez, 66
  10. Fabio Fogaça, 44
  11. PP Fernandes, 40
  12. Rodrigo Pimenta, 29
  13. Maicon Roncem, 0
  14. Carlos Machado, 0

 

Marcas

  1. Mercedes-Benz, 272
  2. Volkswagen, 204
  3. Iveco, 186
  4. Volvo, 25
  5. Scania, 6

A Copa Truck tem o patrocínio de Mercedes-Benz, Iveco, Volkswagen, Goodyear e Maxon Oil, com apoio de Fras-le, Frum, Auto Avionics, Chiptronic e Brazul.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo