Religião

Arquidiocese suspende celebrações presenciais

Leia a íntegra da comunicação de Dom Peruzzo encaminhada aos padres na manhã deste sábado

Depois de ter sugerido a realização de missas presenciais com público reduzido, o Arcebispo Metropolitano de Curitiba, Dom José Antonio Peruzzo, voltou a entrar em contato com os padres da cidade na manhã deste sábado, 27 de fevereiro, orientando que TODAS AS CELEBRAÇÕES previstas para o fim de semana devem ser SUSPENSAS.

A orientação obedece ao decreto da Prefeitura de Curitiba, publicado na noite de sexta-feira, que proibiu a realização de qualquer atividade religiosa presencial. A mudança ocorreu depois de o governo do estado ter também publicado um decreto com medidas de combate à Covid-19, mas que autorizava as celebrações, desde que tivessem público reduzido a 15% da lotação. As medidas da prefeitura, portanto, prevalecem sobre as do estado, pois são mais restritivas.

Leia a íntegra da comunicação de Dom Peruzzo encaminhada aos padres na manhã deste sábado:

Curitiba, 27 de fevereiro de 2021

Caríssimo Padre,

Ontem à tarde foi-lhe enviado um comunicado acerca da Resolução exarada pela Secretaria Estadual de Saúde.
Baseada em Decreto do Governo Estadual a mesma restringia o uso das atividades religiosas presencias face à realidade da COVID-19. Em acatamento à determinação foi enviado um roteiro aos padres. O uso dos templos estava limitado a 15%, com todas as outras observância já conhecidas.

Todavia, ontem à noite, após as 21.00hs, foi publicado um Decreto da Prefeitura Municipal de Curitiba desautorizando as celebrações presenciais neste final de semana. Conversei pessoalmente com o Sr. Prefeito.

Relatou-me que já temos em Curitiba as variantes do COVID-19, muito mais transmissíveis do que a primeira.

Segue, pois, o que nos toca corresponsabilidade. Em vez de 15% de presença nas igrejas, é recomendável que nos templos sitos no Município de Curitiba não haja celebrações presenciais neste final de semana. Apenas algumas poucas pessoas para manter as celebrações virtuais. E que estas recebam grande destaque. Recebo muitas mensagens a me pressionar pelas celebrações presenciais. Mas se está em jogo o cuidado com a vida, certamente o Senhor da Vida recomenda-nos bom senso. Não nos atrevamos a “tentar o Senhor nosso Deus”.

Dom José Antonio Peruzzo
Arcebispo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo