fbpx
Saúde

Asma atinge mais de 20 milhões de brasileiros

Saiba como aliviar as crises

O mês de maio inicia chamando atenção da população para o combate da asma, que é responsável pela 4ª causa de internação no Brasil e pela morte de cerca de duas mil pessoas por ano. Conforme a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia(ASBAI), estudos epidemiológicos nacionais estimam que mais de 20 milhões de brasileiros, entre crianças e adultos, sofrem com asma. Desse total, cerca de 5% apresentam a forma mais grave da doença.

A médica pneumologista convidada pela Prati-Donaduzzi, Dra. Nayra Maria Prado Valério explica que a asma é uma doença crônica que não tem cura. No entanto, com o tratamento adequado a pessoa consegue ter uma vida livre de sintomas. “Para aqueles que têm crises frequentes, existem algumas maneiras de controlá-las: o uso adequado das medicações, manter o ambiente limpo com frequência (preferir aspirador de pó ou pano úmido)”, orienta a especialista.

A asma é causada por uma hipersensibilidade brônquica, tendo relação importante com componente genético (hereditariedade) e fatores ambientais. Os sintomas mais comuns são: falta de ar, dor torácica, sibilância (chiado no peito) e tosse, que podem variar na frequência e intensidade. “Esses sinais ocorrem por conta da variabilidade do fluxo de ar expiratório, devido ao estreitamento, espessamento e aumento de muco nos brônquios. Vale lembrar que a doença não tratada adequadamente pode levar a óbito por insuficiência e parada respiratória”, enfatiza a pneumologista.

Algumas pessoas têm dificuldade de diferenciar os sintomas da asma, rinite e alergia. A rinite é uma reação alérgica que causa coceira, olhos lacrimejantes e espirros.  Já a alergia é uma resposta exagerada e excessiva do sistema imunológico contra substâncias diversas que entram em contato com o organismo, seja pela via respiratória, pela via cutânea ou até mesmo por ingestão.

 

SOBRE A PRATI-DONADUZZI

A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica 100% nacional, é especializada no desenvolvimento e produção de medicamentos. Com sede em Toledo, Oeste do Paraná, produz aproximadamente 13 bilhões de doses terapêuticas por ano e gera mais de 4,8 mil empregos. A indústria possui um dos maiores portfólios de medicamentos genéricos do Brasil e desde 2019 vem atuando na área de Prescrição Médica, sendo a primeira farmacêutica a produzir e comercializar o Canabidiol no Brasil.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo