ColunistasDesenvolvimento Humano - Carina Wahl

Autossabotagem

Olá querido leitor, a autossabotagem pode ser definida como sendo uma série de ações involuntárias – destrutivas ou punitivas – que acabamos praticando contra nós mesmos. Ela pode tanto se manifestar no âmbito pessoal quanto no profissional do indivíduo, afetando o desenvolvimento das relações e principalmente, seu crescimento e sucesso na carreira.

Embora seja algo bastante comum, esse comportamento costuma não ser claramente percebido pela maioria das pessoas que se autossabotam.

Alguns sinais nos ajudam a identificar a autossabotagem:

  • Sinto que não sou bom o suficiente;
  • Sinto que não sou capaz;
  • Deixo sempre para depois;
  • Tenho medo constante de errar;
  • Me comparo sempre com os outros;
  • Fico sempre arrumando desculpas.

A autossabotagem pode nos trazer diversas consequências e alguns riscos são evidentes como explosões de raiva, procrastinação, tristeza, mudanças de emprego constante, iniciar várias coisas e não finalizar nenhuma.

Quando você percebe que esse comportamento ocorre com frequência em sua rotina, atrapalhando a sua vida social, profissional ou familiar, então talvez esteja na hora de olhar mais profundamente o que pode estar motivando esse ciclo de autossabotagem.

Essas repetições autodestrutivas vão se acumulando com o passar do tempo e acaba se sedimentando em nosso inconsciente, portanto muitas vezes é necessário buscar ajuda para o desenvolvimento e tratamento.

Para trabalhar autossabotagem é importante trabalhar o autoconhecimento, fazer o que se propôs a fazer sem achar desculpas e desistir, ter claro seus objetivos e sem dúvida alguma saber dizer NÃO!

Não foque em grandes metas, pois para atingi-las é através de pequenos passos, foque neles!

assinatura carina wahl

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo