fbpx
Esporte

Campeão sul-americano de Atletismo Master é de Pinhais

O competidor, que já foi 3º lugar no Mundial em 2013, ressalta que o apoio e confiança por parte da Prefeitura têm sido fundamentais

Após seis anos longe das competições por conta de lesões e cirurgia, Cid Antonio Veronese Filho teve um retorno considerado digno de aplausos e destaque: ao participar do 52º Campeonato Paulista de Atletismo Master, entre os dias 19 e 20 de dezembro, conquistou duas medalhas de ouro, uma no Salto Triplo e outra no Salto em Altura. 

Com seu 1,85m é especialista na prova de Salto em Altura e, mesmo estando sem treinar por um longo período, nesta modalidade igualou os recordes Paulista e Sul- Americano, além de ficar na 11ª posição no Ranking Mundial Master, na categoria M55.  

No ano passado resolvi voltar, mas veio a pandemia, com academias fechadas, isolamento e tudo mais.  Como todas as competições Masters estavam canceladas, não treinei, foi quando no final de outubro, apareceu essa única competição em São Paulo. Como já estava muito perto, não deu para treinar nada, mas tinha confiança, pois precisava ‘ver como eu estava’,  fiz algumas atividades em casa, e pedi ajuda para a Prefeitura de Pinhais”, detalha Cid.  

O competidor, que já foi 3º lugar no Mundial em 2013, ressalta que o apoio e confiança por parte da Prefeitura têm sido fundamentais. “Vivi uma história de superação, e ter essa parceria com a Prefeitura de Pinhais faz toda a diferença na minha trajetória”, destaca.  

Gostaria de parabenizar o Professor Cid pelos resultados conquistados. Temos orgulho por ter aqui em Pinhais um atleta deste nível. Ele serve de exemplo e incentivo para os mais jovens, mostrando que não existe idade para a prática esportiva”, declara o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Bruno Sitima 

Para finalizar, Cid afirma que em 2021, como está aposentado, poderá se dedicar ainda mais e que aguarda ansioso pelo calendário de novas competições. “Não foi um período fácil este tempo parado, muitas incertezas, angústias, não sabia como meu corpo reagiria em relação à memória muscular. Agora, sigo confiante para os próximos passos”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo