Cidadania

Copel começa a troca de lâmpadas que consomem menos energia

Começa nesta próxima quarta-feira a última etapa do projeto Trocou, Economizou, realizado pela Copel para oferta de bônus na troca de eletrodomésticos, a fim de tornar mais eficiente o uso da energia elétrica nas unidades consumidoras atendidas pela distribuidora.

O projeto, que já proporcionou a troca de mais de 21 mil eletrodomésticos, desta vez oferece desconto em um kit com sete lâmpadas LED, vendido exclusivamente para a substituição da mesma quantidade de lâmpadas incandescentes, halógenas e fluorescentes, que consomem mais energia.

O projeto é executado pela rede varejista Lojas Colombo, vencedora da concorrência promovida pelo Programa de Eficiência Energética da Copel.

As lâmpadas estarão à venda apenas nas lojas físicas da rede, e ficam disponíveis enquanto durar o estoque em cada localidade.

Ao todo, são 25 mil kits de lâmpadas disponíveis.

No ato da compra, será necessária a entrega das lâmpadas usadas, em funcionamento. Valerão as incandescentes ou halógenas com potência mínima de 40 watts, e fluorescentes compactas de, no mínimo, 20W.

Também será solicitada a apresentação de uma conta de luz, impressa ou digital, e de um documento que comprove a identidade do responsável pela fatura, como RG ou carteira de motorista.

Para participar, a unidade consumidora não pode ter débitos pendentes com a Copel.

O kit contém cinco lâmpadas de 8 watts e duas lâmpadas de 6 watts, e será vendido ao preço de R$5, em compras limitadas a cinco kits por unidade consumidora.

O projeto também tem disponíveis cerca de mil bônus para a troca de aparelhos de ar condicionado antigos, de janela, por um modelo split com capacidade de 9 mil BTUs e tecnologia inverter.

O gerente de Inovação Diego Munhoz, responsável pelo projeto na Copel, orienta sobre os cuidados básicos para garantir o distanciamento social ainda necessário. “A troca deve ser feita pela pessoa titular da conta de luz. Então, sugerimos que a visita à loja seja feita por apenas este membro da família, tomando todos os cuidados que a pandemia ainda exige, incluindo o uso de máscara”, comenta.

Todos os equipamentos antigos entregues na troca são encaminhados para o descarte ambientalmente correto. O projeto já destinou para reciclagem, portanto, 21 mil geladeiras de uma e duas portas, freezers e ares-condicionados, além de 147 mil lâmpadas que acompanharam as vendas, em  kits como estes que agora serão vendidos de forma avulsa.

APRENDA A ECONOMIZAR

Esta etapa do projeto prevê, ainda, a oferta de um curso online sobre eficiência energética, com noções básicas de gestão do consumo de energia, fontes geradoras e composição tarifária, entre outros tópicos. O curso é gratuito e tem carga horária de 2 horas, com emissão de certificado aos participantes. O conteúdo estará disponível a partir desta quarta (13), mas as inscrições já podem ser feitas neste link.

“Estas são informações importantes para toda a sociedade, principalmente neste momento de grave estiagem que estamos atravessando. É uma formação rápida, mas bastante relevante para gestores públicos, privados e do terceiro setor, além de estudantes, síndicos condominiais, e mesmo para quem quer controlar melhor o consumo em casa”, aponta Diego.

PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

O Programa de Eficiência Energética da Copel completou 20 anos de atividades, sob regulação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Neste período, mais de R$ 530 milhões foram investidos para a redução dos desperdícios de energia elétrica em todos os municípios atendidos pela distribuidora. O programa realiza chamadas públicas regularmente, e atualmente incentiva projetos que beneficiarão 11 hospitais, 275 instituições de ensino e 27 mil pontos de iluminação pública, com um consumo de energia mais eficiente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo