fbpx
Geral

Diretora do Procon é cidadão honorária de Curitiba

Nesta segunda-feira (27), a Câmara Municipal de Curitiba promoveu uma sessão solene para a entrega do título de Cidadã Honorária a Claudia Francisca Silvano, diretora do Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PR).

A iniciativa da homenagem foi do vereador Professor Euler (MDB), dando origem à lei municipal.

A cerimônia foi presidida pelo vereador Alexandre Leprevost (Solidariedade), primeiro-vice-presidente da Câmara Municipal.

“Para mim é um orgulho presidir essa sessão de homenagem a Claudia Silvano, pessoa respeitada e admirada por todos os curitibanos”, afirmou Leprevost.

A mesa teve a participação de Rogerio Elias Carboni, secretário de Estado, Família e Justiça do Governo do Estado do Paraná, representando o governador Carlos Ratinho Massa Júnior, e do vereador Professor Euler, proponente da honraria.

Professor Euler promoveu a saudação oficial e, de início, esclareceu que a homenagem, votada e aprovada como lei há mais de dois anos, deveria ter sido realizada em algum momento anterior; no entanto, o advento da pandemia forçou uma postergação.

Ele listou alguns fatos relativos à vida profissional da homenageada Claudia Francisca Silvano, que atualmente dirige o Procon-PR, é graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Administração e Planejamento pela Escola Pública do Brasil (UFPR), graduada em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba (Unicuritiba) e especialista em Direito Civil e Comercial pela Pontífice Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).

“A Claudia optou por convidar apenas pessoas do seu círculo mais próximo, mas se fôssemos convidar todas as pessoas que admiram e têm algo de bom a dizer sobre ela, daria para lotar o estádio do Maracanã”, afirmou Euler. Para ele, a excelência do trabalho de Claudia Silvano frente ao Procon-PR poderia lhe proporcionar, além da Cidadania Honorária, o título de Funcionária Padrão.

“Padrão de quem entende perfeitamente o que é o serviço público: servir sem ser servil”, disse o parlamentar. De acordo com Euler, a homenageada possui uma verdadeira vocação para o serviço público, e isso se reflete na forma como ela busca soluções para os problemas, sempre atendendo de forma justa e equilibrada as demandas apresentadas pelos cidadãos.

Euler lembrou que ele teve a honra de ter sido professor da homenageada em 1998, quando ela, já formada em Pedagogia, frequentou o cursinho, com o objetivo de conquistar uma segunda graduação. Ela conseguiu alcançar seu objetivo e formou-se em Direito.

“Nos anos seguintes, acostumei-me a vê-la dando entrevistas, falando sobre o Direito do Consumidor. Uma figura emblemática de nossa cidade, que hoje recebe o reconhecimento da Cidadania Honorária. Uma figura conhecida por todos os curitibanos. Torcemos para que continue prestando a imensa colaboração que vem realizando em prol de Curitiba nos últimos anos”, finalizou o vereador.

Em seguida, falou o convidado Rogerio Elias Carboni, secretário de Estado, Família e Justiça do Governo do Estado do Paraná. Carboni recordou ter sido colega da homenageada na Faculdade de Direito de Curitiba.

“Já naquele ambiente acadêmico era possível vislumbrar que a Claudia era uma pessoa extremamente estudiosa e de bom convívio”. O secretário disse que não poderia deixar de vir à homenagem, pois Claudia Silvano foi alguém que aprendeu a respeitar o ambiente da faculdade e por quem tem um forte apreço.

“Meu filho ontem estava estudando Direito do Trabalho de forma remota, lendo os livros da Claudia. Isso é motivo de muito orgulho: saber que ela é um dos nomes mais respeitados na sua área de atuação em todo o Brasil. E ela é respeitada não só por seu trabalho e conhecimento, mas principalmente por sua firmeza”, declarou Carboni.

Agradecimento
Claudia Silvano iniciou sua fala lembrando que nasceu em São Paulo e veio para Curitiba ainda com dois anos de idade.

“Aqui eu cresci, estudei, me formei, fiz os melhores amigos que alguém poderia ter na vida e aqui eu sou feliz”, declarou.

Para a homenageada, o título de Cidadã Honorária da cidade equivale a uma adoção:

“É como se a cidade dissesse: ‘agora você é nossa’. Então, da mesma forma que vejo o Procon, como um lugar de acolhimento, também estou sendo acolhida por Curitiba”, afirmou Claudia Silvano.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo