Religião

Dom José Peruzzo celebra missa no quartel da PMEP

A missa celebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo, no Quartel do Comando-Geral da PM, marcou o reforço da parceria com a Polícia Militar e a designação do frei Anderson Rosa para prestar assistência religiosa aos policiais e bombeiros militares.

A celebração ocorreu na tarde desta sexta-feira (17/09).

De acordo com o Comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leôncio Teixeira, frei Anderson vai reforçar o atendimento espiritual na corporação.

“Ele vai ser um contato mais próximo de todos os militares estaduais que são católicos com a capelania da PMPR. Nós agradecemos a Igreja por disponibilizar o Frei para dar essa assistência psicológica e religiosa à nossa instituição”, disse.

“Essa é uma necessidade da nossa Corporação, uma vez que nós lidamos com situações que levam os nossos policiais e bombeiros militares, homens e mulheres, ao limite extremo. Essa carga é muito pesada e não tem como não deixar de absorver esses problemas e não acabar levando para sua vida e residência”, explicou o coronel Hudson.

O Comandante-Geral ainda aproveitou a oportunidade para agradecer a Dom Peruzzo a nomeação do Frei Anderson e pelas lembranças que recebeu.

O Secretário Ney Leprevost participa da solenidade. foto Kelly Ce

O Arcebispo entregou uma placa ao coronel Hudson em agradecimento pela parceria entre a PMPR e a Igreja Católica, além de o presentear com uma estátua da Nossa Senhora da Luz dos Pinhais.

Para Dom Peruzzo, todo o processo de formação de um policial militar é uma lição e, segundo ele, o trabalho do Frei Anderson será de partilha e de vivência compartilhada.

“Ele não ensinará aos policiais sobre o seu ofício de cuidar da segurança e proteger a sociedade, mas sim para aproximá-los da fé e de Deus, pois o policial está exposto e sob o risco eminente”, disse.

“Esse é um novo desafio, onde nós vamos anunciar Jesus Cristo, levar força e espiritualidade para todos os policiais militares, para que eles possam conseguir continuar a sua missão. Eles são seres humanos que estão atrás de uma farda, que também precisam ser cuidados e estarem próximos de Jesus”, disse o Frei Anderson da Arquidiocese de Curitiba.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo