fbpx
Educação

Educação libera Termo de Compromisso para transporte escolar

O documento está disponível digitalmente no site da Secretaria e também em todas as mais de 2 mil escolas estaduais do Paraná

No planejamento para o início do ano letivo de 2021, a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte disponibiliza aos pais o termo de compromisso com as medidas de prevenção sanitárias, para que manifestem o interesse da participação de seus filhos às aulas presenciais e também visando otimizar a organização do transporte escolar.

O documento está disponível digitalmente no site da Secretaria e também em todas as mais de 2 mil escolas estaduais do Paraná.

Pais e responsáveis podem optar por imprimir, preencher, assinar e enviar o documento digitalizado para o e-mail da escola onde o filho está matriculado, levá-lo diretamente à instituição ou solicitá-lo presencialmente nas secretarias das escolas.

É muito importante que os pais façam essa manifestação, principalmente para melhor organizar a questão do transporte junto aos municípios“, diz a diretora de Planejamento e Gestão Escola, Adriana Kampa.

TRANSPORTE

No transporte escolar medidas sanitárias para assegurar o distanciamento físico entre os estudantes no interior do veículo devem ser adotadas, tais como:

intensificação das rotinas de limpeza e desinfecção de superfícies habitualmente muito tocadas por estudantes no interior do veículo;

manutenção de vidros abertos durante o transporte, sempre que possível;

circulação com o limite máximo de 50% da capacidade de estudantes;

obrigatoriedade do uso de máscaras por todos os integrantes do veículo durante o trajeto; aferição da temperatura dos estudantes no momento de entrada no veículo;

higienização das mãos durante os momentos de embarque e desembarque; entre outros.

Alguns assentos devem ser mantidos bloqueados a fim de evitar que os estudantes se sentem de forma muito próxima uns dos outros.

O estabelecimento de ensino deve comunicar os motorista as medidas sanitárias.

NAS ESCOLAS 

A Secretaria de Estado da Saúde indica a distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas.

Os estabelecimentos de ensino devem adotar as seguintes estratégias:

 realizar no estabelecimento marcações para o distanciamento físico recomendado, principalmente nos locais de fácil aglomeração de pessoas, como: pontos de entrada e saída; fila para a aferição da temperatura; refeitório, banheiro, entre outros;

 demarcar com um “X” as carteiras que não podem ser utilizadas, a fim a cumprir o distanciamento mínimo solicitado em consonância com a metragem da sala de aula;

 os horários de entrada e saída e intervalo/recreio devem ser redefinidos e intercalados, de modo a evitar a aglomeração de pessoas e a circulação simultânea de grande número de estudantes nas áreas comuns e nos arredores do estabelecimento;

 fica proibido o compartilhamento de qualquer objeto (canetas, lápis, borracha, livros, cadernos, dentre outros), recomendando-se especial atenção para o não compartilhamento de demais produtos pessoais como maquiagem e celulares;

 os estabelecimentos de ensino devem instalar barreiras físicas de acrílico ou acetato em balcões de atendimento ao público, bem como fornecer protetores faciais aos trabalhadores que têm maior interação com o público.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo