Geral

Especialista em cybersegurança dá dicas para evitar cair em golpes durante compras na Black Friday

A Black Friday enche os olhos dos consumidores que querem aproveitar as ofertas para comprar aquele produto que deseja, mas que sempre esteve com o valor acima do seu orçamento. Com as ruas e shopping cheios, também é necessário tomar algumas medidas de segurança para evitar golpes durante as compras, alerta o especialista em cyber segurança e professor da Universidade São Judas, Roberto Kalili.

Pix: Uma das medidas é desabilitar o Pix antes de sair de casa, caso o consumidor o utilize como forma de pagamento nas suas compras. O especialista afirma que isso diminui o risco de roubo na conta. Alguns celulares com Android possuem uma segunda área com ambiente e senhas diferentes de acesso. Se o seu tiver, instale o aplicativo do banco nessa segunda área e desabilite as notificações.

Pagamento por aproximação: É importante desabilitar essa função antes de sair de casa. Um golpe muito comum em locais com grande quantidade de gente aglomerada é aproveitar o fato das pessoas que guardam seus cartões no bolso (principalmente traseiro) e aproximar maquininhas com valores baixos, que não requeiram autorização. Além disso, máquinas alteradas e falsas tornam esse perigo maior ainda.

Pagamentos via Pix e QRCode: Ao enviar um pagamento, certifique-se que os dados que aparecerão antes de confirmar o envio são realmente da loja (confirme com o vendedor). Aqui o golpe mais comum é a troca do QRCode para o Pix do estelionatário.

Compras online: Se a compra for online, verifique antes o site da loja, faça uma pesquisa e preste atenção no endereço do navegador para ver se o site é da loja ou do gateway de pagamento mesmo e se tem o cadeado. Não clique em links recebidos por Whatsapp, e-mail ou quaisquer outros meios. Se precisar, copie o endereço e cole em uma nova aba, verificando com cuidado o endereço antes.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo