CidadaniaGeral

Formulários do Fala Curitiba devem ser entregues até domingo

Os curitibanos têm até domingo (1/8) para votar por escrito na última etapa do Fala Curitiba, utilizando as fichas em papel que estão disponíveis nas Ruas da Cidadania e em outros equipamentos e espaços públicos e que foram distribuídas também às lideranças das comunidades por toda a cidade.

Além dos formulários, os cidadãos podem votar pelo site, opção que terá um prazo maior, até o dia 8 de agosto.

As fichas precisam ser entregues antes, pois serão analisadas uma a uma.

Como funciona

Nesta fase, todos podem escolher até cinco dentre as 30 propostas finalistas para cada regional, e as dez mais votadas serão executadas no orçamento de 2022 (Lei Orçamentária Anual – LOA).

As propostas foram previamente analisadas pela equipe técnica coordenada pelo Instituto Municipal de Administração Pública (Imap) e que envolve todas as dez administrações regionais e as secretarias e órgãos da Prefeitura de Curitiba.

A equipe que coordena o Fala Curitiba alerta que, nos formulários em papel, é importante escolher até cinco prioridades para a regional.

Se o cidadão votar em mais do que cinco, a ficha será invalidada.

 

Participação popular

O presidente do Imap, Alexandre Matschinske, destaca a importância do trabalho organizado das regionais.

“As equipes das dez administrações regionais envolvidas no Fala Curitiba estão empenhadas na divulgação do programa”, conta. “Foi também assim que o Fala Curitiba garantiu recorde de participações na fase anterior – 22,6 mil pessoas participaram”, afirmou Matschinske.

Desde o fim de semana passado, todos os dias, os técnicos percorrem as comunidades, conversam com as lideranças das associações de moradores, conselhos comunitários de segurança (Conseg) e sensibilizam a população para que o maior número de pessoas participe. Setenta mil fichas foram distribuídas.

O Conselho Comunitário de Segurança do Jardim Social é uma das organizações que abraçaram a causa.

O secretário do Conseg, Gabriel Domingues, usou uma rede social com mais de 300 integrantes para espalhar os formulários entre as casas, que serão coletados já preenchidos no fim desta sexta-feira (30/7).

O Jardim Social integra a Regional Matriz.

Para ele, a versão da ficha impressa do Fala Curitiba é importante para a inclusão de todos os grupos sociais.

“Muitas pessoas não têm acesso à internet ou a um computador e o formulário por escrito ajuda a democratizar isso. Além disso, tem gente que tem dificuldade para usar as mídias virtuais, e o papel facilita nesse sentido”, descreveu.

Na etapa anterior, os moradores da região definiram pautas importantes para a comunidade.

“É com uma consulta pública como essa que conseguimos descobrir os anseios da população. Aqui no Jardim Social, eles votaram pela construção de uma travessia”, conta o coordenador de assuntos comunitários da Regional Matriz, Gilberto Bedin. O pedido nem precisou entrar na lista do Fala Curitiba, foi possível executar com o orçamento de manutenção das regionais.

Cidadania

A equipe da Regional Cajuru tem visitado as ruas indicadas para reciclagem, informando a comunidade sobre a necessidade da votação.

Núcleos regionais como os da Educação e da Fundação de Ação Social têm auxiliado.

Na Regional Santa Felicidade, a população que foi buscar as mudas que estão sendo doadas, foi convidada a participar do Fala Curitiba preenchendo as fichas para a escolha das prioridades da regional.
Foto: Divulgação

É o que tem acontecido na Regional Santa Felicidade, onde as equipes das duas áreas têm divulgado junto às comunidades nas suas unidades e incentivado a participação tanto via formulário quanto pelo site do Fala Curitiba.

Lá, no dia da entrega de mudas de ávores, há um espaço para que as pessoas preencherem as fichas, iniciativa adotada também na Regional CIC, onde as equipes têm reforçado com a população a importância da participação entregando os formulários nos terminais de ônibus CIC e Caiuá, ação que será repetida no fim de semana. Além dos terminais, comércio, lideranças comunitárias, associações, igrejas e indústrias serão percorridas.

Nas regionais Boa Vista e Fazendinha-Portão, a entrega dos formulários tem sido feita até na fila da vacina.

No sábado, a equipe da Regional Fazendinha-Portão estará nos parques Cambuí e Guairacá para incentivar a participação. A equipe da Regional Boqueirão estará no Parque Náutico do Iguaçu no fim de semana.

Nas regionais Pinheirinho, Boqueirão, Tatuquara e Boa Vista, as equipes vão trabalhar no fim de semana para garantir a coleta das folhas junto às lideranças comunitárias, comerciantes e condomínios e, consequentemente, a participação do maior número de pessoas.

Pela internet

A votação desta última fase do Fala Curitiba segue pela internet até o dia 8 de agosto. Para votar, basta acessar o site, fazer o login com os dados do e-cidadão e escolher de uma a cinco opções para cada regional.

Os participantes podem votar na regional do seu bairro, escolher algumas regionais nas quais costuma frequentar, ou até mesmo em todas as dez regionais.

No primeiro semestre, a população já participou da elaboração do Plano Plurianual (PPA) e da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Com base nas respostas desta última etapa os cidadãos contribuem para a Lei Orçamentária Anual.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo