fbpx
Cultura

Giselle Kenj dança e dorme com suas cobras da espécie exótica Píton

Ter um animal de estimação requer responsabilidade e muito amor, principalmente se for exótico. A bailarina e bióloga Giselle Kenj tem como filhos, três cobras da espécie Píton, intituladas carinhosamente por ela como “babies”. Além de espaço destinado aos répteis Tiger, Rah e o Hórus, normalmente ficam soltos pela casa e na maioria das vezes, dormem com ela na mesma cama.

Para criação desses tipos de animais, os cuidados são inúmeros, no inverno a necessidade de aquecimento por lâmpadas e aquecedor é maior, para evitar doenças respiratórias fatais como a pneumonia. O ar seco dessa estação também exigi banhos e hidratação frequentes, evitando o desenvolvimento de infecções cutâneas fúngicas e bacterianas.

Seus babies também participam de suas apresentações de dança árabe, representando, como na antiguidade, a “dança da serpente”, por serem considerados em algumas culturas e religiões, animais sagrados que simbolizam sabedoria, fertilidade, ascensão espiritual e superação.

“É inexplicável a sensação quando eles participam das minhas apresentações, me sinto elevada ao topo da serenidade. Vivemos em harmonia desde de quando eram bebês. Tomo todos os cuidados para que sintam amados e reconheço suas expressões como qualquer outro tipo de animalzinho, aprendi a captar quando demostram carinho, mau humor, prazer, curiosidade, alegria, atenção e alerta”, diz a bióloga.

Segundo Giselle, todos possuem características diferentes e se manifestam individualmente, o Rah tem 22 anos e mede 3,20 metros, é mais protetor, prudente e extremamente carinhoso, já o adolescente Hórus de 19 anos com quase 3 metros, se destaca pela sua independência e o Tiger, o caçula de 6 anos mede1,90m, é brincalhão e encanta com seu jeito meigo, crianças e adultos.

Suas apresentações em São Paulo acontecem aos sábados no restaurante Tantra e no Duna´s Bar, às quartas e domingos. Com sua companhia de dança, participa de eventos em todo o mundo, retratando manifestações clássicas, contemporâneas e folclóricas do Oriente Médio.

Para saber mais sobre Giselle Kenj, acesse o Instagram: @gisellekenj

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo