fbpx
Geral

Ligações temporais ampliadas no transporte coletivo de Curitiba

Urbanização de Curitiba (Urbs), que gerencia o transporte coletivo na cidade, vem ampliando as possibilidades da chamada integração temporal, que permite a conexão gratuita entre linhas, por um determinado período de tempo.  Basta ter em mãos o cartão-transporte.

O transporte coletivo de Curitiba conta com 72 opções de integração temporal, que podem ser consultadas aqui, no campo Integração Temporal (à esquerda da página).

As integrações temporais incluem troca de linhas em estações-tubo, entre pontos de ônibus, e ainda a conexão de terminais com Ruas da Cidadania e com o Mercado Municipal Capão Raso. O tempo de utilização varia de 5 minutos a 2 horas, conforme o local e o tipo de conexão.

A opção, além de praticidade, reduz gastos para o usuário, que não precisa pagar mais uma passagem.

Somente no ano passado, mesmo com a pandemia, 580 mil passageiros usaram o benefício, o que representou uma economia, para os usuários, de R$ 2,6 milhões. Nesse ano, a previsão da Urbs é que sejam realizadas 800 mil integrações temporais, 37% mais do que no ano passado.

Infográfico de integração temporal.

Como funciona

Em várias linhas, a validação acontece apenas passando o cartão-transporte no próximo ônibus (o sistema identifica a integração nesse momento e não cobra nova tarifa).

No caso das Ruas da Cidadania, no entanto, é preciso encostar o cartão em um validador de entrada no local antes de ingressar em outro veículo.

Esse tipo de conexão permite que o usuário, depois de desembarcar no terminal, possa usufruir os serviços das Ruas da Cidadania e não precise pagar uma nova passagem na volta.

Infográfico de integração temporal.

Integrações mais procuradas

Segundo a Urbs, de janeiro a maio de 2022 foram 210  mil utilizações de integrações temporais, 22% mais do que no mesmo período do ano passado. Os locais que concentraram maior número de integrações foram: Linha Verde, com 74,608 utilizações, seguida pelas Ruas da Cidadania, com 39.971, Interbairros I (30.368) e estação-tubo Santa Quitéria, com 26.599.

Linha Verde

No trecho sul da Linha Verde, cinco estações-tubo têm integração temporal. São elas: São Pedro, Marechal Floriano, Fanny, Santa Bernadethe e Xaxim.

Nesse caso a regra de integração é válida de um tubo para o outro. Isso significa que passageiros de linhas que desembarquem em alguma das estações participantes podem mudar o trajeto embarcando no tubo do outro lado da via. O tempo de integração é de cinco minutos.

Santa Quitéria

Na estação-tubo Santa Quitéria, os passageiros da linha Vila Velha/ Buriti podem integrar, com um período máximo de duas horas, com a linha Inter 2 (horário) e Inter 2 (anti-horário) e com a linha 702 Caiuá-Cachoeira.

Interbairros I

Diferentemente das demais integrações temporais possíveis na cidade, que são feitas a partir de pontos determinados, a linha Interbairros I, tanto sentido horário quanto anti-horário,  permite integração em qualquer ponto e linhas do sistema, seja ônibus na rua, estações-tubo ou terminais. A prática é válida tanto para quem está no Interbairros I e deseja entrar em outra linha quanto no sentido inverso – o passageiro está em outra linha e deseja entrar no Interbairros I. O  tempo de integração é de duas horas.

Ruas da Cidadania

A integração do transporte com as Ruas da Cidadania funciona nos terminais Pinheirinho, Carmo, Santa Felicidade, Fazendinha, Capão da Imbuia e Tatuquara. Também há integração entre a Rua da Cidadania Boa Vista e a estação-tubo Fernando de Noronha e ainda do terminal Capão Raso com o Mercado Municipal Capão Raso (MMCR).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo