fbpx
Cultura

Mãe e filhas juntas em aula de balé

O Dia das Mães foi antecipado de forma especial pela Escola de Dança Teatro Guaíra.

A comemoração reuniu mães e filhas para uma aula em conjunto, no palco do Guairão.

No fim do evento, as mães foram presenteadas com rosas vermelhas.

Muitas mães pisaram pela primeira vez no palco do Guairão.

A mãe Michele Ribas conta que essa foi sua primeira experiência e também uma lição sobre a dedicação e dificuldade das aulas.

“Esse é meu lugar favorito da cidade. É muita emoção pisar nesse palco depois de tantos anos vendo minha filha dançar aqui”, disse.

A avó Magali Castro entrou na dança, aos 65 anos. Ela acompanhou a neta por uma hora no Guairão. E não perdeu o ritmo.

“Por ela, a gente faz qualquer coisa. Foi sensacional estar aqui no palco, a gente sempre vê de fora e não imagina o que é estar do lado de dentro”, comentou Magali.

Para Monica Vieira dos Santos, foi uma experiência marcante participar da homenagem e não apenas receber.

“A gente entrou no mundo dela. Estou tão emocionada que estou com a voz embargada. Foi indescritível, estou apaixonada”, afirmou.

A filha Amélie confirma a emoção da mãe.

“Sempre desejei que ela fizesse aula para sentir como é”, disse a pequena.

O diretor do Teatro Guaíra, Cleverson Cavalheiro, afirma que essa ação, a primeira da história do Guaíra, é uma forma de integrar a escola e as famílias.

“A ideia foi fazer as mães sentirem a emoção de estar no palco, nessa imensidão do Teatro”, arrematou.

ESCOLA – A Escola de Dança Teatro Guaíra é o corpo artístico mais antigo do Teatro Guaíra, criado em abril de 1956.

Seu objetivo era formar bailarinos de qualidade que mais tarde iriam suprir a futura Companhia de Dança do Teatro.

Atualmente, a EDTG tem 110 alunos e é uma das únicas escolas de dança de caráter público do País, sendo mantida pelo Governo do Estado do Paraná.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo