fbpx
Política

MDB confirma Orlando Pessuti como candidato ao Senado

Por ampla maioria de votos, os convencionais do MDB do Paraná confirmaram na noite desta segunda-feira (25) o ex-governador Orlando Pessuti como candidato do partido ao Senado nas eleições de outubro próximo. A convenção emedebista aconteceu no Restaurante Cascatinha, em Curitiba, e contou com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Júnior. Os convencionais aprovaram também o apoio do MDB à reeleição do governador e a formação de chapas completas para deputados estaduais e federais.

“Quero chegar ao Senado não como uma expectativa, mas como a certeza de quem vai honrar o Paraná e trabalhar pelo povo paranaense”, afirmou Pessuti. “Hoje tive uma vitória histórica dentro do MDB, porque nunca virei as costas as partido, onde estou filiado há mais de 50 anos. Não permiti quem me tirassem do partido nem quis seguir outro rumo, por isso hoje volto pela porta da frente e reafirmo: vim de longe, mas não estou cansado de promover a democracia em todos os meus atos”, destacou Pessuti, em agradecimento aos convencionais.

Pessuti recebeu 132 dos 153 votos válidos. Houve dois votos nulos. Pessuti disputou a indicação como candidato a senador com Lídio Rosseti. A escolha se deu por votação presencial e também on-line. O ex-governador relembrou as sete vitórias nas urnas conquistas pelo MDB e as “heranças benditas” que deixou no exercício dos mandatos de deputado estadual, como secretário da Agricultura do Paraná, vice-governador e governador do Estado. Citou programas como o Leite das Crianças e o Trator Solidáro.

Elogiou também o processo de reestruturação do MDB paranaense, destacando o bom trabalho feito pela executiva regional e militantes. Pessuti esteve à frente do processo de reorganização do MDB, participando dos encontros regionais da agremiação em todo o Estado. Pessuti ainda parabenizou o partido pela decisão de não lançar candidato ao governo nestas eleições e apoiar a reeleição de Ratinho Júnior. “Nesse momento é o melhor caminho a seguir, para chegarmos melhor estruturados em 2026”, disse.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo