fbpx
Empreendedorismo

Nove empresas lançam aliança para democratizar carro elétrico no Brasil

Nove empresas do setor de mobilidade urbana estão se unindo para lançar uma coalizão que pretende democratizar os carros elétricos no Brasil. Chamada Aliança pela Mobilidade Sustentável, a iniciativa é liderada pela 99 e visa impulsionar a infraestrutura para veículos sustentáveis no país. Entre as empresas aliadas, estão CAOA Chery, Ipiranga, Movida, Raízen, Tupinambá Energia, Unidas e Zletric. As principais metas da 99 com a parceria são: aumentar a participação de carros elétricos para 10% das vendas, criar 10 mil estações públicas de carregamento e ter 100% da frota do app até 2030.

De acordo com os membros da aliança, o objetivo é que veículos de matriz energética mais limpa sejam acessíveis aos motoristas parceiros da 99, em termos financeiros e de infraestrutura. A missão da parceria contribuir para o desenvolvimento do futuro do transporte urbano tornando as cidades mais verdes e seguras, e se inspira em dois dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas:

  • Garantir o acesso a fontes de energia limpas e acessíveis (item 7);
  • Tornar as cidades e comunidades mais inclusivas e sustentáveis (Item 11).

Para viabilizar o modelo no país, a aliança mira discutir formas para impulsionar toda a infraestrutura necessária à eletrificação da frota brasileira: criando postos públicos de recarga, diminuindo as barreiras para a aquisição de carros elétricos, facilitando seu aluguel entre motoristas de aplicativo, fornecendo apoio às montadoras e às outras empresas da cadeia, como fornecedores de peças para esses veículos, além do monitoramento da recepção pelo público.

“A adoção de carros elétricos subiu 100% em um ano. Esses automóveis possuem menos impacto ambiental, preservam a saúde das pessoas e também reduzem custos com combustível em até 75%, mas ainda são muito mais caros do que os convencionais”, diz Thiago Hipólito, diretor do DriverLAb da 99. “Construímos a aliança para deixar esses modelos mais acessíveis para os motoristas e para as pessoas que mais precisam deles.”

A parceria é mais uma ação construída por meio do DriverLAB, centro de inovações da 99 que é 100% focado nos motoristas parceiros. Anunciado em 15 de março com investimento previsto de R$250 milhões nos próximos 3 anos, sendo R$100 milhões em 2022, o objetivo do DriverLAB é proporcionar mais bem-estar aos motoristas parceiros, com soluções de cuidado que ampliam seus ganhos, diminuem seus custos e promovem mais acesso a serviços.

Para alcançar compromissos e fornecer benefícios de longo prazo, por meio da aliança, a 99 tem uma série de metas para os próximos anos:

  • Aumentar a participação dos veículos elétricos entre carros novos para 10% das vendas até 2025 (hoje o índice é de 2%);
  • Criar 10 mil estações públicas de carregamento em todo o Brasil até 2025 (atualmente existem cerca de 1.500);
  • Lançar, no mínimo, 300 automóveis elétricos da 99 ainda esse ano, com objetivo de chegar a 10 mil até 2025 e 100% da frota até 2030;
  • Chegar à emissão zero de carbono pela 99 até 2030 (hoje, 48% das emissões de CO2 são do setor de transporte no Brasil);
  • Adotar a cidade de São Paulo como pólo pioneiro para implementação de programas a fim de inspirar outras regiões do país.

 

Compromisso com um futuro sustentável

 

Segundo Hipólito, da 99, o fato de o aplicativo ter 750 mil motoristas parceiros em atuação fornece grande escala para incentivar a demanda por carros elétricos e negociar melhores margens de custos de produção: “a gente é capaz de girar toda a indústria e favorecer o consumidor, seja ele condutor de app ou não”.

 

A ideia é unir a indústria — incluindo setores de abastecimento, manufatura, locação e transporte por aplicativo — para combinar especialidades de diferentes mercados e alavancar o desenvolvimento de todo o ecossistema. Por exemplo, assim como os motoristas de aplicativo dependem das montadoras e locadoras para conseguir veículos, os automóveis dependem de combustível — é um ciclo.

 

“Temos experiência no mercado chinês, onde operamos mais de 30% de todas as estações de carregamento públicas por uma rede de parcerias. Esse conhecimento é vital para planejar a infraestrutura no Brasil”, afirma Hipolito.

 

A aliança pretende, ainda, envolver cada vez mais parceiros ao longo do tempo, incluindo a iniciativa privada, o poder público e o terceiro setor.

Veja o infográfico abaixo:


Parceiros – Aliança pela Mobilidade Sustentável

 

CAOA Chery

chery
divulgação

“A revolução da mobilidade urbana com veículos elétricos e híbridos já é uma realidade global e agora começa a chegar ao Brasil. São iniciativas como essa que vão fortalecer a mudança de paradigma no cenário brasileiro e estimular o país a desenvolver uma infraestrutura compatível com essa nova forma de dirigir. A longo prazo, isso pode beneficiar os custos de produção e a mudança para veículos cada vez menos poluentes”, diz Ethan Zhang, CEO da marca CAOA Chery no Brasil.

Referência em Qualidade, Tecnologia e Design, a CAOA CHERY, desde 2019, investe em sua estratégia de comercialização de veículos com novas matrizes energéticas no Brasil. Chamado de “New Energy”, o projeto teve início com o lançamento do Arrizo 5e, primeiro sedan com motorização 100% elétrica a ser comercializado no Brasil.

IPIRANGA

 

ipiranga
divulgação

“Vivemos um momento de múltiplas transformações e não temos dúvidas sobre a mobilidade elétrica. Aqui na Ipiranga, acreditamos em parcerias, principalmente quando falamos de algo novo, com muito a aprender. O futuro da mobilidade urbana precisa ser discutido e construído em conjunto. Alianças são necessárias e bem-vindas para acelerar esse processo de transformação”, afirma Gisele Saveriano de Benedetto, coordenadora da Energia Ipiranga Produtos de Petróleo.

A Ipiranga é uma plataforma de mobilidade e conveniência que facilita o dia a dia das pessoas e está comprometida com a inovação e o futuro da mobilidade urbana. São mais de 7 mil postos e 6 mil grandes clientes, além do maior programa de fidelidade do Brasil, o Km de Vantagens, com mais de 36 milhões de participantes. A Ipiranga também é uma empresa cidadã, comprometida com iniciativas de descarbonização com o Programa Carbono Zero e o Saúde na Estrada, um dos maiores projetos nacionais para cuidados e bem-estar do caminhoneiro. A empresa é signatária do Pacto Global e está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

MOVIDA

movida
divulgação

“A pauta da sustentabilidade é uma das prioridades da Movida. Apoiamos e implementamos diversos projetos nessa área e um deles é a disponibilização de carros

elétricos aos nossos clientes. Temos como meta eletrificar nossa frota em 20% e reduzir em 30% nossa intensidade de emissões de Gases Efeito Estufa até 2030 e essa aliança comercial nos ajudará a unir forças para democratizar, estimular e implementar a cultura do carro elétrico no país, oferecendo soluções de mobilidade que estejam alinhadas à preservação do meio ambiente”, ressalta Jamyl Jarrus, diretor executivo de Vendas e Marketing da Movida.

A MOVIDA é uma empresa de aluguel de carros que conta com a frota mais nova e completa do país. Foi a primeira locadora a disponibilizar carros elétricos e é, atualmente, a que conta com a maior frota deste tipo de veículo para locação. Antenada aos novos tempos, investe em sustentabilidade. No Brasil, foi a primeira a ter um programa como o Carbon Free, que neutraliza as emissões de CO2 das locações dos seus clientes, e também é a primeira locadora de veículos no mundo, listada em bolsa, a receber a Certificação de Empresa B, fazendo parte de um seleto grupo de companhias que têm como modelo de negócios o desenvolvimento socioambiental.

RAÍZEN

 

“A proposta da união vai de encontro à ambição da Raízen de redefinir o futuro da energia. A eletromobilidade é uma tendência global e o Brasil, além de possuir uma vasta oferta de fontes renováveis, também dispõe do etanol da cana-de-açúcar, o que permite um modelo híbrido em conjunto com o elétrico, garantindo uma redução de emissões muito maior. A descarbonização é um papel de todos, e a Raízen se coloca como uma provedora de soluções que visam um futuro mais limpo e sustentável, seja em ofertas a parceiros ou aos consumidores finais”, analisou Rafael Rebello, Diretor de Soluções de Energia & Renováveis da Raízen.

A Raízen é uma referência global em bioenergia que atua com um ecossistema integrado de negócios: desde o cultivo e processamento da cana em nossos parques de bioenergia, até a comercialização, logística e distribuição de combustíveis. A Raízen investe continuamente em inovação e na ampliação do portfólio de renováveis para liderar a transição energética e redefinir o futuro da energia. Como licenciada da marca Shell, a Raízen possui uma rede de revendedores de 7.300 postos que estampam a marca Shell no Brasil, na Argentina e no Paraguai que atendem milhões de consumidores diariamente em suas jornadas, oferecendo desde os exclusivos combustíveis da família Shell V-Power até praticidade e benefícios na hora do pagamento com o aplicativo Shell Box.

TUPINAMBÁ

“Tupinambá, é um dos principais fornecedores de infraestrutura de recarga do Brasil, por isso vemos a eletrificação da frota urbana como a única maneira de direcionar nosso futuro para longe das emissões nocivas e do custo cada vez maior dos combustíveis” O fornecimento de veículos competitivos e com preços justos ainda é um desafio. A implantação de uma sofisticada rede de carregadores é outro, desafio que Tupinambá e Raízen decidiram enfrentar em conjunto”, afirma Davi Bertoncello, CEO da Tupinambá Energia.

Com menos de cinco anos de mercado, a Tupinambá Energia é a responsável por criar o primeiro aplicativo brasileiro de interligação de pontos de eletroabastecimento do país. A proposta primária da empresa é elevar o patamar de infraestrutura do segmento de carros elétricos para níveis compatíveis com os mercados mais maduros como Noruega, Estados Unidos e China criando uma nova camada de serviços e possibilidades relacionadas a eletrificação veicular.

UNIDAS

“O segmento de veículos eletrificados está crescendo em todo o mundo. A Unidas sempre foi inovadora e optamos por assumir a liderança na oferta desses veículos ao mercado. Queremos reafirmar nosso propósito de oferecer o portfólio mais completo de soluções de mobilidade do mercado. Nossa participação nesta aliança reforça nosso compromisso em ouvir nossos clientes, atender suas necessidades e fornecer uma frota moderna e flexível, atuando como vetor de mobilidade no setor”, fala Paulo Chequetti, diretor comercial e franquias Rent a Car.

Com mais de 35 anos de atuação no país, a Unidas é a líder no mercado de terceirização de frotas e a segunda maior locadora de automóveis do Brasil. A Unidas opera com uma frota de mais de 200 mil veículos e mais de 370 lojas em todo o Brasil, atendendo a 3 milhões de clientes no segmento de aluguel de carros e cerca de 3 mil clientes corporativos em terceirização de frotas. A empresa vem sendo uma forte apoiadora da mobilidade sustentável. Recentemente, em parceria com a Voltz, passou a oferecer aluguel de scooters elétricas.

ZLETRIC

A Aliança envolvendo a 99 e a Zletric vem para somar forças. A parceria de uma rede influente da mobilidade urbana com uma rede robusta de recarga de veículos elétricos reúne praticidade e economia. Demonstramos assim que os veículos elétricos são uma realidade e não mais uma ideia futurista, ” diz Pedro Schaan, CEO da Zletric.

A empresa foi criada em 2019 com o plano de oferecer uma solução inteligente para mobilidade urbana, entregando energia limpa em uma rede de recarga para veículos elétricos. Até o final de maio, a Zletric e a Ecovagas (empresa do grupo Estapar) assinam a fusão das empresas e se tornam a maior rede de recarga de veículos elétricos do Brasil, com mais de 500 pontos.

 

 

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. caoa mente, nao tem esse carro para a venda importou meia duzia e faz propaganda ate no site, JAC é muito mais verdadeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo