fbpx
Cultura

Orquestra À Base de Corda lança álbum com obras de artistas de Curitiba

A Orquestra À Base de Corda lança um álbum inspirado no legado de compositores de Curitiba.

O projeto visa homenagear artistas de origens e formações diversas que atuaram na cidade em diferentes tempos, demonstrando as estéticas e estilísticas que tornam a capital paranaense um polo de criação e difusão musical.

O lançamento será realizado na Live “Orquestra à base de corda interpreta compositores de Curitiba”, no canal YouTube do ICAC (Instituto Curitiba de Arte e Cultura), dia 11 de maio às 20h.

A produção do álbum, que é todo instrumental, foi possível graças a pesquisas em acervos que colaboraram com a recuperação de repertórios e biografias de uma série de personalidades do passado musical curitibano.

“Neste álbum poderemos apreciar, em arranjos inéditos, o sentimentalismo das melodias para violino de Bento Mossurunga. As linhas cromáticas, modernas e caboclas de José da Cruz. A polca saltitante do gigante maestro afrodescendente curitibano Benedito Nicolau dos Santos. Os choros sentimentais e satíricos de Janguito do Rosário e Wilson Moreira. A sensibilidade musical de Osiel Fonseca e o importante e atual trabalho dos compositores Renan Bragatto, Julião Boêmio e João Egashira”, afirma Tiago Portella Otto, mestre em Musicologia Histórica pela UFRJ.

No repertório, que conta com 12 faixas, há composições de autores mais antigos e também músicas dos próprios componentes da Orquestra.

Toda a “linha de produção” do produto artístico foi realizada em Curitiba – composição, arranjo, interpretação e gravação.

Por isso, o álbum contribui de forma efetiva para construção de uma identidade musical curitibana.

“O projeto também será um fator importante na consolidação da carreira da Orquestra À Base de Corda, grupo de relevante representatividade no cenário musical curitibano”, afirma o organizador do álbum, João Egashira.

Sobre Egashira, Portella destaca: “Além de compositor, arranjador, diretor da orquestra e organizador deste álbum, João é um ávido pesquisador da música em Curitiba. Neste trabalho, ele conseguiu aliar sonoridades do passado e do presente, das antigas e das novas gerações da música popular brasileira e do choro em um documento sonoro que reconhece e difunde o patrimônio e a memória musical em Curitiba”.

Além de Egashira, outros compositores que tiveram suas obras gravadas no álbum: Benedito Nicolau dos Santos, Bento Mossurunga, Janguito do Rosário, José da Cruz, Julião Boêmio, Osiel Fonseca, Renan Bragatto e Wilson Moreira.

A realização do projeto foi possível graças ao Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Sobre a Orquestra À Base de Corda

A Orquestra à Base de Corda (OABC) foi criada por Roberto Gnattali, em 1998, e é mantida pela Prefeitura de Curitiba por meio da FCC (Fundação Cultural de Curitiba) e do ICAC (Instituto Curitiba de Arte e Cultura). Dedicada à pesquisa e à divulgação da música brasileira, a Orquestra possui formação instrumental ímpar, o que confere ao grupo uma sonoridade bastante particular. Seu repertório procura abranger diversos períodos da história da música popular brasileira e também inclui composições de seus integrantes.

Seus arranjos são especialmente elaborados por músicos da orquestra e por arranjadores convidados. A OABC já se apresentou em importantes festivais e eventos como: Instrumental SESC Brasil (SP), 8º Festival Brasil Instrumental de Tatuí, Acorde Brasileiro (PoA), Virada Cultural (SP), Projeto Unimúsica (PoA), Festival de Orquestras Populares (DF), Oficina de Música de Curitiba e Festival de Inverno da UFPR (Antonina).

Em 2008, lançou seu primeiro CD, intitulado Antiqüera, ao lado do violeiro Roberto Corrêa, tendo sido indicado para o Prêmio Rival no mesmo ano. Seu segundo CD, o “Nosso Som”, tem em seu repertório somente composições autorais. A Orquestra também participou do CD “Casa”, da cantora e compositora Consuelo de Paula. A OABC já se apresentou ao lado de nomes como Paulinho da Viola, Dominguinhos, Lenine, Zeca Baleiro, Mônica Salmaso, Elza Soares, Diogo Nogueira, Martinho da Vila, Renato Borghetti, Paulinho Moska, entre outros.

Biografias compositores Orquestra À Base de Corda

Benedito Nicolau dos Santos

Curitiba – set. de 1878 a jul. de 1956

Musicólogo, regente, crítico de arte, teatrólogo e professor. Dedicou-se a estudar ciência e arte, com ênfase na música, atuando sobretudo ao violão e ao violoncelo. Amigo e influenciador de Heitor Villa-Lobos, especializou-se em harmonia e composição.

Bento Mossurunga

Castro – mai. de 1879 a out. de 1970

Regente, compositor, professor e instrumentista. Se dedicou à música erudita, às peças cênicas e à música ligeira. É um dos principais compositores em defesa de uma música regional paranaense.

Janguito do Rosário

Joinville – jun. de 1923 a nov. de 1984

Cavaquinista e compositor. Quando criança ganhou do pai um “machete”, instrumento de 3 cordas, similar ao cavaquinho. Seu trabalho mais conhecido, e que marcou época, foi com o Regional do Janguito.

João Egashira

Santo André – jun. de 1971

Compositor, pesquisador, professor, instrumentista e arranjador, dedica-se ao estudo da música e do violão brasileiro. Em âmbito acadêmico, desenvolve pesquisas acerca do choro curitibano e seu mestrado enfocou compositores do Clube do Choro de Curitiba.

José da Cruz 

Campo Largo – mai. de 1897 a jun. de 1952

Compositor, arranjador, instrumentista e professor. Em Curitiba, organizou diversos grupos, entre eles: Orquestra Regional Paranaense, José da Cruz e seus Solistas, Íris Jazz-Band e José da Cruz e seu Conjunto Típico Regional. Seu acervo é um dos mais volumosos já identificados no Paraná.

Julião Boêmio

Curitiba – fev. de 1979

Iniciou ao cavaquinho, ainda criança, junto à velha guarda em rodas de choro em Curitiba. O músico destaca-se pela personalidade que imprime em sua interpretação. Recentemente lançou a websérie Na Madrugada com o Boêmio e, em 2021, seu mais recente álbum Na Madrugada.

Osiel Fonseca

Antonina – jul.de 1975 a abr. de 2008

Compositor, arranjador, instrumentista e professor. Atuou com frequência nos grupos artísticos do Conservatório de Música Popular Brasileira em Curitiba: Orquestra à Base de Corda, Coral Brasileirão e Coral Brasileirinho.

Renan Bragatto

São Bernardo do Campo – jan. de 1985

Multi-instrumentista, compositor e arranjador. Iniciou na música por meio do piano que pertencia a sua mãe. Atualmente é professor de bandolim no Conservatório de Música Brasileira de Curitiba e integra os grupos Bombaião, Areia Branca e da Orquestra à Base de Corda.

Wilson Moreira

Bela Vista – jan. de 1960 a fev. de 2017

Compositor e instrumentista. Wilson é organizador e gerente de rodas de choro memoráveis nas tardes de domingo no Tragos Bar.

 

Serviços

Live: Orquestra à base de corda interpreta compositores de Curitiba

Dia

11 de maio

 

Horário

20h

 

YouTube

https://youtube.com/channel/UCaJduHAim7R7bGOqaAZi8gA

 

A Live não ficará disponível após a transmissão. 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo