fbpx
GeralReligião

Paróquias unidas no atendimento aos visitantes no Cemitério Municipal

O apoio aos milhares de visitantes do Cemitério Municipal envolveu ministros e diáconos de cinco paróquias da região, Santa Madalena Sofia Barat, São João Bosco, Maria Mãe da Igreja, Nossa Senhora da Salete  e Santa Bertila, em cuja área de atuação está o cemitério e normalmente se responsabiliza pelas missas solenes durante o Dia de Finados.

Em carta direcionada a padres, diáconos e ministros, o Arcebispo Metropolitano, Dom José Antonio Peruzzo, pediu que atendessem fiéis nos cemitérios da Arquidiocese para rezar com as famílias que visitaram os túmulos de seus entes falecidos no Dia dos Fiéis Defuntos, popularmente chamado de “Dia dos Finados”.

Iniciativa semelhante foi organizada nesta data no ano de 2019, o que foi considerado por Dom Peruzzo como uma “bela experiência pastoral”.

“Em diferentes turnos lá estavam, em lugar de destaque e bem identificados, diáconos e ministros, disponíveis para acompanhar as famílias até o túmulo e com eles rezar. A iniciativa foi muito interessante e efetiva. As famílias sentiram a proximidade da Igreja face a uma realidade que lhes causou ou ainda causa muito sofrimento. Os testemunhos são abundantes”, destacou o arcebispo na carta.

“Demos atendimento espiritual aos  nossos irmãos e nossas irmãs que vieram a este campo santo visitar entes queridos, muitos não puderam olhar o rosto de seu pai, seu marido, seu filho, de seu amigo, por causa da pandemia. Nós abençoamos estas pessoas e acompanhamos até o local onde o parente foi sepultado, dando conforto e palavras de consolo e apoio”, resumiu diácono Coradin, da Paróquia Maria Mãe da Igreja, ao lado de diácono Henri, da Paróquia Santa Madalena Sofia.

Por sua vez, padre Claudino, da Paróquia Nossa Senhora de Salete, do Jardim Social, disse após presidir missa solene que “foi bonito celebrar a unidade das paróquias porque no momento da morte vivemos numa unidade, não importa religião, não importa cor, não importa credo. Isto foi vivido nas celebrações aqui no Cemitério Vertical. Este dia é um dia ímpar, com motivação de todas as famílias, que nos coloca todos nos mesmos sentimentos, celebrando a saudade de nossos entes queridos, eles partiram e no Dia de Finados nos unimos na fé e na celebração da esperança”.

Dom Peruzzo orientou que os líderes católicos observassem todos os cuidados em relação ao Covid-19.

“Embora a pandemia ainda esteja presente, já ficou para trás aquele tempo de grandes riscos. De alguma maneira, observando-se os cuidados, já podemos celebrar com mais pessoas. Vale também lembrar que muitas das nossas famílias nem puderam celebrar os funerais daqueles que amavam. Segue, pois, que as celebrações da Comemoração de todos os Fiéis Defuntos requerem grande esmero e profundidade”, salienta.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo