fbpx
Cultura

POW Festival encerra sua primeira edição trazendo conteúdo e experiências dos grandes festivais de criatividade do Brasil para Ribeirão Preto

Evento aconteceu neste final de semana com 50 atividades imersivas gratuitas e 19 palestras nacionais e internacionais, reunindo um público rotativo com cerca de 6 mil visitantes nos dois dias.

A palavra de ordem no POW Festival foi criatividade. Seja nas palestras que trouxeram temas mundiais com o que há de mais atual, focando em inovação, tecnologia, brand, inteligência artificial e sustentabilidade, ou no público, que compareceu animado, trazendo amigos e familiares para viver as experiências imersivas propostas pelo festival. Um show à parte, protagonizado por vários visitantes, foram os “cosplayers”, que aproveitaram a oportunidade para difundir sua cultura e se divertir posando para fotos.

“O POW Festival chegou em Ribeirão para ficar, trazendo um estilo de evento que só acontecia nas grandes capitais. A programação foi pensada para todos os públicos e, por isso, tanto as crianças como os adultos puderam se divertir enquanto vivenciavam a experiência de um final de semana criativo”, declarou Rodrigo Carlomagno, Head dos Projetos Institucionais do Instituto SEB, promotor do evento.

A programação também foi composta por apresentações musicais, “live arts”, oficinas, workshops, feira autoral e gastronomia, além de simuladores e games.

No sábado, dia 9, passaram pelo palco do POW Festival as bandas O Jazz Não Morde e Azymuth. Já no domingo, dia 10, a programação seguiu com o quarteto de choro e samba raiz Canto Pra Ceci, além das cantoras Julia Pagano e Vanessa Moreno (indicada ao Grammy Latino 2023), responsável pelo encerramento do evento com suas canções modernas e cheias de singularidade.

Já nas palestras, no domingo foi a vez dos grandes nomes nacionais e internacionais falarem sobre suas experiências disruptivas e inspiradoras. Começando com Paulo Aguiar (Metaverse Scope), Alan Berry Rhys (arte visual), Jônatas Mesquita (Nuture), Camila Machado (AlmaZônia), Nelson Porto (inteligência artificial), Vinicius Domingues (inovações na aviação), a ribeirão-pretana Rafaella Tuma (animação de vídeos), Victoria Gaibar (redes sociais) e terminando com Crystian Montandon (Ifood).

O POW Festival aconteceu neste fim de semana, em uma realização do Instituto SEB, com a curadoria da Zupi.Live, no Espaço A Fábrica, em Ribeirão Preto/SP, colocando a cidade na rota dos grandes festivais nacionais de criatividade.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo