fbpx
Saúde

Prefeitura vacina 697 idosos

A própria secretária Marcia Huçulak aplicou a primeira vacina Lídia Alves Santos, interna do Pequeno Cotolengo

No primeiro dia de vacinação contra a covid-19 em Curitiba equipes da Secretaria Municipal da Saúde vacinaram 697 idosos, moradores, funcionários e cuidadores de 19 instituições longa permanência da cidade. Este é o primeiro grupo prioritário para imunização nessa fase inicial de vacinação.

A campanha de vacinação contra a covid-19 foi aberta nesta quarta-feira (20/1), pelo prefeito Rafael Greca

No Pequeno Cotolengo, a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, acompanhou o início da imunização. “É muito especial começar por essa instituição, que além de todo trabalho de dignidade e cuidado que desenvolve, é uma grande parceira nossa, e levou muito a sério os protocolos de segurança desde o início da pandemia”, disse Márcia.

A primeira dose da vacina foi aplicada pela secretária, que é enfermeira, na moradora Lídia Alves Santos, 89, que vive há três anos na instituição.

Até amanhã serão vacinados 768 pessoas, entre moradores acima de 18 anos e funcionários do Pequeno Cotolengo, uma da maiores instituições de longa permanência de Curitiba.

Vacinação covid Pequeno Cotolengo

Estamos há quase um ano isolados da sociedade, seguindo rigidamente as regras para proteção de quem mora e trabalha aqui. Hoje, essa vacina representa uma conquista, é o vírus do bem que veio para devolver saúde e alegria”, comemorou o padre Renaldo Amauri de Lopes, presidente do Pequeno Cotolengo.

Uma das maiores expectativas dos gestores da instituição poder liberar algumas atividades internas. “Após todos aqui estarem vacinados com a segunda dose, e com muita cautela e orientação, vamos retomar aos poucos algumas das atividades internas, principalmente a interação entre os próprios moradores“, disse Tiago Kunchnir, que é médico e diretor técnico da instituição.

Nesta quinta-feira (21/1), a Secretaria Municipal da Saúde prossegue com a vacinação nas instituições de longa permanência e também na aldeia Kakané Porã, no Tatuquara.

Os grupos  vacinados nesse primeiro momento são: os 250 profissionais da enfermagem que atuarão como vacinadores na campanha; os cerca de 6 mil moradores, funcionários e cuidadores das 127 instituições de longa permanência; 93 indígenas aldeados da aldeia Kakané Porã, na Regional Tatuquara; os cerca de 12 mil profissionais de saúde da linha de frente da pandemia em toda a cidade; e as equipes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de profissionais de serviços de remoção médica particulares. São cerca de 2.500 profissionais.

As instituições de longa permanência que receberam vacinação neste primeiro dia foram:

Pequeno Cotelengo
Casa de Repouso Cora Coralina
Casa de Repouso Elite
Casa de Repouso Velha Infância
Casa de Amparo ao Idoso Bom Jesus
Viva Mais
São Lourenço
Bem Querer Residencial para Idosos
Casa de Repouso Vovó Maria
Recanto Vista Alegre
Casa da Oma
Florescer Moradia e Centro de Atividades para Idosos Eireli
Nossa Casa Moradia para Idosos
Casa de Repouso Recanto Augusta
São Francisco de Assis
Dona Rosa
Doce Aconchego B
Casa Dona Beta
Nova Canaa

( fotos Daniel Castellano – SMCS)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo