fbpx
GeralPolítica

Primeiro ano de mandato

Expectativas:

“Confesso que imaginava a atividade legislativa de forma diferente. De fora, parece ser um outro mundo,
mas quando estamos lá dentro vemos que não passam de pessoas com suas ideias e convicções que lutam por elas, por mais que não concorde com o posicionamento de muito. Respeito a todos e convívio em harmonia. Nestes mais de 20 anos em que disputei eleições sempre imaginava que estando Vereador poderia fazer muita coisa. Agora vejo que absolutamente tudo no serviço público é extremamente burocrático. Por conta de se tratar de dinheiro público uma intervenção que parece ser simples tem uma grande responsabilidade e muitas pessoas envolvidas. De maneira geral neste ano posso dizer que me surpreendi com a  cordialidade da grande maioria dos parlamentares e também com todos os servidores da Câmara Municipal de Curitiba. Sem eles o trabalho de todos os 38 vereadores não seria o mesmo.”

Desafios:

“Quem convive comigo sabe que sou muito curioso, procuro aprender o máximo que puder. Quando começaram a escolher os membros das comissões permanentes eu me inscrevi na Economia, Urbanismo e Serviço Público, fui o único dos 38 vereadores a ser membro de 3 comissões permanentes. São muitas reuniões e muitos projetos a serem analisados para fazer o parecer. Este foi um desafio gratificante, pois é nas comissões que os projetos são realmente analisados de forma técnica e as discussões são sempre produtivas. Entender a burocracia do
serviço público talvez tenha sido o maior desafio deste primeiro ano, ninguém imagina que para colocar uma lombada é necessário um estudo técnico de engenheiro de trânsito e que se ele autoriza a instalação toda a responsabilidade, caso de um acidente, recai sobre ele. As obras públicas foram outro grande desafio. Infelizmente terminamos o ano com a notícia que a prefeitura rompeu com a empreiteira que tocava trecho da Linha Verde Norte, uma decisão na minha opinião acertada: a mesma conclui 20% da obra no prazo que era para fazer toda a obra. Prorrogar um contrato assim imagino que seria ainda mais prejudicial a todos. O que ninguém
imagina é que para uma licitação existe uma lei que na teoria é para evitar fraudes, mas o que se vê é uma grande quantidade de empresas sem condições reais de executar as obras que acabam ganhando licitações amparadas pela lei de licitação. Acredito que deveria ser pensado em ajustes à lei, que é federal, precisa ser alterada pelos Deputados Federais em Brasília.”

Reunião na URBS, em busca de soluções para reivindicações.

O que foi feito:

“Termino o ano muito feliz pois nosso trabalho já é visto por quem passa pelo grande Bairro Alto, desde pequenas intervenções que geram grande impacto, como sinalização de trânsito que melhorou para quem precisa cruzar a Alberico Flores Bueno ou a proibição de caminhões acima de 10T subir a Rio Juruá, que acabou com um problema recorrente que eram grandes carretas quebradas que paravam o trânsito ali por horas, ou grande obras como o asfalto em 14 ruas do nosso bairro, em sua maioria com mais de 30 anos de espera. Destaco também as constantes ações no Rio Bacacheri a fim de evitar enchentes. Tem gente que acha ser coincidência apenas, mas nosso bairro há muitos anos não recebia uma atenção da prefeitura, e desde que assumi a cadeira de Vereador tenho procurado construir pontes em todas as esferas, seja municipal, estadual ou federal. Assim, conseguimos auxiliar o Colégio Estadual Pilar Maturana em um problema que se arrastava por anos. Eu não sou muito de expor o que faço, e mesmo na política procuro manter esta postura, muita gente fala que preciso aparecer mais e eu sempre respondo que se eu ficar só andando na rua dando tapinha nas costas das pessoas não sobra tempo para correr atrás do que, eu como morador há mais de 50 anos, sei que nosso bairro precisa.”

O que esperar para 2022

“Eu acredito que o próximo ano será muito produtivo, não vejo a possibilidade de novos fechamentos de comércio ou medidas mais restritivas. O Brasil, e principalmente Curitiba, vacinou uma parcela muito grande da população e o resultado está aí! A retomada da economia irá criar novas vagas de empregos, em nosso estado já percebemos isso há meses, e por falar em emprego, acredito que logo no início de 2022 trazemos para nosso bairro o ônibus da agência do trabalhador. Obras importantes para nosso bairro já entraram em pauta das
nossas reuniões com a Prefeitura, assim que conseguirmos zerar as ruas sem asfalto no Grande Bairro Alto iremos trabalhar forte para a reciclagem dos antigos antipó que predominam por aqui. Talvez uma das maiores expectativas para o próximo ano é o início da construção da pista de skate na Praça da Liberdade, a verba já foi destinada pelo Deputado Federal Luciano Ducci, o projeto foi doado pela PRA Skate, agora é questão de ajustar a burocracia de uma obra deste porte, mas temos muito esperança que ainda em 2022 iremos ver a tão sonhada pista construída”

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo