fbpx
Cidadania

Projeto Rio Vivo irá soltar 50 mil peixes no Parque das Águas neste sábado (28)

Proteger as nascentes, a fauna e flora dos rios, para garantir água para todos. Esses são os principais objetivos do Projeto Rio Vivo, que será realizado em Pinhais, no próximo sábado (28), no Parque das Águas. A Superintendência de Pesca e Bacias Hidrográficas do Paraná, em parceria com a Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, irá soltar 50 mil peixes nos lagos do parque, a partir das 11h30. Além da soltura dos animais, haverá também o plantio de 20 árvores frutíferas.

“Esse projeto é de grande importância porque traz a comunidade para atividades de Educação Ambiental que visam fortalecer e restaurar o ecossistema aquático, promovendo a recuperação dos nossos rios. Vale ressaltar que o Parque das Águas se tornou umas das principais atrações de Pinhais para os turistas que visitam o Estado, pois é um dos poucos parques onde a pesca é permitida (apenas com varas), por isso o repovoamento se torna tão importante, sendo que a principal espécie pescada é o lambari”, comenta Juliana Zanetti Ribeiro, servidora do Departamento de Planejamento, Conservação e Educação Ambiental da Semma.

Projeto Rio Vivo foi lançado em 22 de março de 2019, em alusão ao Dia Mundial da Água, pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), em parceria com Instituto Água e Terra (IAT), e executado pela Superintendência de Pesca e Bacias Hidrográficas do Paraná. A iniciativa visa a preservação da vida aquática nas 16 bacias hidrográficas do Estado.

Com a Resolução Sedest/IAT nº 10/2021, que define normas para estocagem e repovoamento de peixes, o projeto alcançou a meta de 1,6 milhão de peixes nativos soltos. Até o mês de maio deste ano, foram mais de 2 milhões de peixes soltos. O objetivo é atingir a meta de 2,6 milhões de alevinos e juvenis soltos até o final do ano.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo