GeralTurismo

SEJUF determina que Procon notifique balsas de Guaratuba por expor consumidores a riscos e demoras nas filas

Multa pode chegar a R$ 11 milhões.

O secretário Ney Leprevost determinou nesta quarta-feira (12), que o Procon-PR, departamento da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, notifique a operadora de balsas da travessia de Guaratuba por colocar em possível risco a vida dos consumidores e também pelo tempo de espera em realizar o trajeto.

“São duas questões: Em primeiro por fazer o consumidor de palhaço, deixando horas e horas esperando para fazer essa travessia. E em segundo lugar por colocar em possível risco a vida do consumidor já que sabemos que algumas balsas já ficaram à deriva”, disse o secretário Ney Leprevost.

E complementou: “O Governo do Paraná não aceita desrespeito com os consumidores. Se a operadora de balsas não entrar nos eixos, pode receber multas de até 11 milhões de reais”.

De acordo com a chefe do Procon, Cláudia Silvano, para realizar a denúncia os consumidores devem guardar o comprovante de pagamento da travessia, entrar no site do Procon www.procon.pr.gov.br e escolher o ícone “faça aqui sua reclamação” e oficializar a denúncia. “No mínimo este consumidor terá que ter a devolução da quantia paga pela travessia, uma vez que houve má prestação de serviços”, disse Claudia Silvano.

(Via assessoria de imprensa – Pedro Mariucci Neto).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo