fbpx
Geral

Trincheira organiza tráfego de veículos entre Bairro Alto e Bacacheri

Nos últimos seis anos, a Prefeitura de Curitiba entregou importantes obras que asseguraram melhoria da mobilidade urbana e benefício para o transporte coletivo.

São trincheiras, alças de acesso em viadutos, novos traçados em vias e a requalificação de importantes ruas e avenidas que contribuíram para diminuir os conflitos viários.

As intervenções promoveram impactos positivos como maior segurança de condutores e pedestres, redução nos tempos de deslocamentos e ampliação das linhas de ônibus.

Foram coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras Públicas que, paralelamente às importantes intervenções, também conduz amplo programa de recuperação da malha viária da cidade, com mais de 650 km de asfalto novo já implantado em bairros das dez administrações regionais.

As ações de pavimentação priorizaram ruas com unidades de saúde e escolas; as que servem de ligação entre bairros e estão no itinerário do transporte coletivo; e, ainda, aquelas escolhidas pela população pelo 156 e programa Fala Curitiba.

 “O maior volume de obras acontece em bairros afastados do Centro”, diz o secretário Municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues.

Para garantir intervenções públicas de grande porte e fazer a cidade avançar foram realizados investimentos com recursos próprios do município, investimentos em parceria com os governos federal, do Estado do Paraná e organismos externos.

Obras que estavam paradas pela gestão anterior à do prefeito Rafael Greca foram retomadas e finalizadas e novos projetos foram elaborados e executados.

Linha Verde Norte, trechos 3.1 e 3.2 – Duas importantes etapas da Linha Verde, corredor viário que liga Curitiba de Norte a Sul, foram concluídas e estão operantes.

Em julho de 2021, com a conclusão do trecho 3.1, que compreende 2,46 quilômetros de obras executadas – desde o viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, até as proximidades do Hospital Vita, no Bairro Alto – começaram a operar as estações-tubo Vila Olímpica e Fagundes Varela.

Com isso a cidade passou a contar com uma relevante linha de ônibus, o Ligeirão Fagundes Varela/Pinheirinho, com capacidade para atender até oito mil pessoas por dia.

Com o novo Ligeirão foi possível fazer a integração de 18 linhas pelas estações-tubo, sem contar as conexões que podem ser feitas no Terminal do Pinheirinho, o maior da cidade, por onde circulam 46 linhas, sendo quatro metropolitanas.

Investimento no Lote 3.1 – Para conclusão do lote foram investidos R$ 58,6 milhões, parte de recursos próprios do município e parte provenientes da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).

Oito meses depois, em março deste ano, a Prefeitura concluiu e colocou em funcionamento a trincheira que liga a Rua Fúlvio José Alice, no Bairro Alto, à Rua Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri, construída sob a Linha Verde.

A estrutura viária formou o binário com a Rua Gustavo Rattman/José Zgoda, ampliando a ligação entre os bairros, dando maior fluidez ao tráfego e segurança para pedestres, ciclistas e condutores.

A trincheira e as obras complementares executadas no entorno (são 2,8 quilômetros de intervenções) compreendem o Lote 3.2 da Linha Verde Norte.

Com essa entrega, 85% do eixo da Linha Verde que serve ao transporte coletivo foi concluído.

Investimento do Lote 3.2 – R$ 38 milhões, sendo parte dos recursos próprios do município e parte provenientes da AFD (Agência Francesa de Desenvolvimento)

“Fiquei surpreso com a agilidade que a trincheira trouxe ao trânsito que agora flui muito melhor”, conta Gilberto Carlos Muniz, 53 anos, que trabalha na Associação Beneficente Curitibana (ABC Vida) sediada na Igreja Batista do Bacacheri, na Rua Amazonas de Souza Azevedo, na esquina da trincheira.

Também comemora a obra realizada, Macaulay Kelvin, 25 anos, funcionário da empresa de forros e divisórias DiviSystem, na Rua Fúlvio José Alice. “Acabaram os congestionamentos e as melhorias no acesso à empresa, agora permitem o recebimento mais ágil de materiais e nossos clientes conseguem acessar a sede mais facilmente”, disse Muniz.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo