fbpx
Segurança

Violência doméstica leva à prisão de estelionatário em Pontal do Paraná

Pelo telefone de emergência 190, uma mulher solicitava a presença urgente da Polícia Militar pois estava  escondida de seu ex-marido, o qual já havia ameaçado de morte e agredido fisicamente a mesma durante o dia.
Segundo a solicitante, o agressor estaria transitando pelas imediações da casa onde a mesma estava, utilizando-se de um veículo Chevrolet/Cruze de cor prata.

Carro clonado

Como a solicitante informou também que possuía em seu favor uma medida protetiva contra o agressor, uma equipe policial foi deslocada imediatamente para o local. Logo após o atendimento e a coleta de informações, quando já deixava o local, a equipe policial avistou o veículo Chevrolet/Cruze com as placas informadas na esquina da casa onde a solicitante estava. Os policiais militares então procederam a abordagem policial ao veículo, no qual havia dois homens adultos, chamando a atenção dos policiais o fato de que no bolso do condutor do veículo, que constatou-se ser o autor das ameaças e da agressão contra a solicitante, havia um telefone celular partido ao meio.

Na checagem das placas, chassi e demais sinais identificadores do veículo, os policiais constataram sinais de adulteração,  descobriram que tratava-se de um veículo clone.

O veículo verdadeiro, de igual marca, modelo e cor, estava no município de Curitiba no momento da abordagem, estacionado na garagem com problemas mecânicos, segundo informado via telefone aos policiais pelo proprietário. Não foi possível confirmar a procedência do veículo clone pois os sinais identificadores estavam bastante comprometidos.

Ao dar sequência no encaminhamento da ocorrência de violência doméstica, os policiais acompanharam a vítima até a residência na qual vivia com o autor para que a mesma retirasse pertences pessoais.

No local, a equipe policial encontrou vários documentos pessoais (RG, CPF, carteira de trabalho, dentre outros) em nome de diferentes pessoas, faturas de energia elétrica e cartões de bancos. Foram localizadas ainda carimbos diversos, documentos em branco e assinados, e várias folhas de papel com inúmeras repetições de assinaturas. Em face de todas as evidências, o autor foi preso em flagrante e deve responder à Justiça pelos crimes de violência doméstica(agressão física e ameaça), desobediência a medidas protetivas, adulteração de veículo automotor e estelionato.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo