Geral

Visitas ao Zoológico rendem uma tonelada de rações doadas

Com menos de 30 dias, a arrecadação de alimentos para o Banco de Ração da Rede de Proteção Animal entre os visitantes do Zoológico de Curitiba atingiu uma tonelada em doações.

Os produtos da campanha já começaram a ser distribuídos entre ONGs e protetores responsáveis pelo cuidado de cães e gatos resgatados na cidade.

De acordo com o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Edson Evaristo, não foi uma surpresa.

“Sempre podemos contar com o apoio da população na causa animal e, dessa vez, não foi diferente”, reconheceu. “Mesmo quando abrimos as visitas a pé, vimos pessoas trazendo embalagens grandes de ração”, completou.

As doações tiveram início na segunda semana da atividade especial que abriu o Zoo apenas para visitas de carro, durante o Mês do Meio Ambiente, ainda em junho.

E continuaram nas mudanças de modalidade de visitação. Agora, a unidade de conservação recebe visitas de carro de terça a sexta-feira; e a pé, aos sábados e domingos.

E a iniciativa do recolhimento de ração não só foi prontamente atendida, como também foi aprovada pelos visitantes.

O professor aposentado João Egdoberto Siqueira aproveitou a oportunidade para ensinar sobre o cuidado com os animais para as netas gêmeas Anelise e Letícia, de 3 anos e seis meses, que já adoram o Zoo de Curitiba e estavam estreando no drive-thru. “Assim elas entendem desde cedo a nossa responsabilidade com os animais silvestres e domésticos”, disse.

É justamente esse o objetivo do Departamento de Fauna da Prefeitura.

Tanto nas atividades de Educação Ambiental do Zoo quanto nas orientações sobre guarda-responsável da Rede de Proteção, reforçou o diretor.

Pela primeira vez na visita, Natália, de 8 anos, já teve uma bela experiência de solidariedade.

“Nós já estivemos aqui, mas é a primeira visita da Natália. Ficamos muito felizes, acima de tudo, por poder participar com a doação para os cachorrinhos”, disse o pai, o promotor de justiça Laudares Capella Filho, ao lado da esposa, Suzana.

A advogada Amanda Sava, que fazia a visita com o marido Everton e com a filha Beatriz, de 10 anos, elogiou a campanha. “Sabemos quantos animais vem sendo abandonados, é uma excelente contrapartida contribuir por meio dessa doação na visita ao Zoo”, avaliou.

Doações continuam

A equipe continua recebendo as doações de ração – seja no drive-thru dos dias de semana ou nos passeios a pé dos finais de semana. São aceitas rações comerciais para cães e gatos secas ou úmidas, em embalagens fechadas, que serão distribuídas às ONGs e protetores de animais parceiros da Rede.

O Banco de Ração da Prefeitura de Curitiba existe desde 2019 e já distribuiu mais de 107 toneladas de alimento para os animais resgatados.

Visitas ao zoo

As visitas continuam sendo por agendamento via Agenda Online, que abre todas as sextas-feiras, a partir das 20h.

São três horários para as visitas de carro (11h, 14h e 15h), com 30 veículos por sessão, com a orientação das equipes do Zoo, de terça a sexta-feira.

A pé, aos sábados e domingos, os passeios são em dois turnos – das 9h30 às 11h30 e das 13h30 às 15h30, também com 30 ingressos disponíveis.

Quem for ao Zoo deve levar sua garrafinha de água, já que os bebedouros seguem desativados.

O consumo de alimentos é proibido e é obrigatório o uso de máscaras, a higienização das mãos com álcool em gel e o distanciamento entre pessoas que não sejam da mesma família, em especial durante as visitas do fim de semana.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo