fbpx
Educação

Alunos do CMEI Atuba trabalham com farol móvel

Mármore, granito, arenito, quartzo.

Você sabe identificar essas pedras em estado bruto?

As crianças do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Atuba (Bairro Alto) aprenderam.

Com o Farol Móvel recebido pela unidade nesta terça-feira (31/5), a turma do pré se debruçou sobre amostras de diversas rochas e até produziu pequenas esculturas.

“Eu gosto mais das pedras brancas mesmo. Todas são bonitas, mas as brancas são bem mais”, disse Yasmim de Oliveira, com uma lasca de mármore nas mãos.

Além de observar as amostras de pedras pelo microscópio, o que ela mais gostou no Farol Móvel foram os óculos de realidade virtual.

“Fiz um passeio na montanha-russa, fiquei até tonta, ainda bem que a profe me deu a mão”, contou Yasmim.

A diretora Rita Tudin comentou que o novo equipamento representa um avanço importante para todos os CMEIs.

“Ele vem somar possibilidades tecnológicas ao trabalho já desenvolvido com as crianças”, disse a diretora.

Os Faróis Móveis estão sendo entregues desde março, aniversário de Curitiba.

 O CMEI Atuba é a 12ª unidade a recebê-lo.

Eles foram concebidos como uma extensão do projeto dos Faróis do Saber e Inovação, que são oficinas maker com impressoras 3D, e permitem novas descobertas na educação infantil.

cmei ATUBA MICROSCÓPIO HULLY PAIVA
( FOTO HULLY PAIVA-SMCS)

Para desenvolver o modelo móvel, foi projetado um carrinho em forma de Farol do Saber que pode circular pelas salas das unidades com impressora 3D, óculos de realidade virtual, notebook, microscópio, lupas, globo terrestre, caixa de luz, livros, canetas de luz negra, binóculos, alfabeto imantado e livros.

“O Farol de Saber e Inovação Móvel traz possibilidades e luz para alguns fundamentos essenciais para a infância e o direito de nossas crianças. Os professores da Educação Infantil estão semeando novas propostas a cada dia”, comentou a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

A diretora do Departamento de Educação Infantil, Kelen Patrícia Collarino, destacou que os professores da rede municipal recebem formação específica sobre o novo equipamento e planejam as propostas considerando os diferentes espaços e a escuta das crianças.

“As propostas surgem da própria curiosidade das crianças”, explicou Kelen.

Unesco

O CMEI Atuba, que atende 214 crianças, recebeu em 2018 o selo da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) como unidade associada à organização internacional.

A conquista foi graças a um projeto de inclusão que levou, em 2017, crianças do pré II para conhecer e interagir com crianças de uma escola de educação especial.

Inaugurado em 1978, o CMEI Atuba possui nove salas de aula e recebeu recentemente obras de manutenção hidráulica, elétrica e de esgoto, além da instalação de um toldo, com investimentos de R$ 16,1 mil.

Presenças

Também participaram a chefe do Núcleo Regional da Educação do Boa Vista, Michele Prado, a administradora regional Janaína Lopes Gehr, diretores de outras unidades e a comunidade escolar do CMEI.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo