fbpx
GeralSegurança

Força Nacional integra operações na fronteira

Força Nacional e policiais do Paraná trabalham juntos na região de Foz do Iguaçu.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, também comemorou o reforço no policiamento da cidade, devido à alta movimentação de pessoas pela região de fronteira no período de fim de ano.

“A ação estratégica coordenada pela SESP e com o MJSP, vai dar a sensação de segurança que procuramos levar aos moradores e a todos que ainda visitarão a cidade”, disse o prefeito.

Os 80 homens da Força Nacional será redistribuído nos pontos críticos de fronteira e de maior movimentação de pessoas, como é o caso da Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu, da Ponte Ayrton Senna, em Guaíra, e nas imediações das cidades de Icaraíma e Alto Paraíso, que também entraram no planejamento.

Os eixos comerciais das ruas serão alvo da Operação que será chamada de Sete Quedas.

Estes profissionais vão trabalhar em conjunto com as forças policiais da região de fronteira (14º Batalhão de Polícia Militar, Batalhão de Polícia de Fronteira, 7º Batalhão de Polícia Militar, 25º Batalhão de Polícia Militar, 6ª Subdivisão da Polícia Civil, 16.ª Delegacia Regional de Polícia Civil, e demais unidades do Deppen das cidades da fronteira), cada um no seu papel, mas com ações intensificadas e em colaboração.

A região da fronteira do Paraná, composta por 139 municípios, tem sido utilizada como entrada de contrabando e tráfico de drogas no Estado.

De janeiro a setembro de 2021, foram apreendidas 156 toneladas de maconha, o que representa mais de 70% da droga apreendida no estado, pelas forças estaduais de segurança na região Oeste.

A Secretaria da Segurança Pública, juntamente aos demais órgãos federais e municipais, têm desenvolvido diversas ações para minimizar todos esses problemas de contrabando, comercialização de armas e tráfico de drogas e a Força Nacional chega para contribuir na execução deste planejamento..

TRABALHO INTEGRADO – O comandante do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), tenente-coronel André Cristiano Dorecki, explica que o serviço prestado pelos policiais da Força Nacional na região fronteiriça será integrado com o dos militares estaduais que já atuam na fronteira, conforme o planejamento existente de apoio às forças que vêm para essa região.

“O BPFron é um dos batalhões especializados da Polícia Militar que, a fim de levar segurança à população fronteiriça, já possui um plano de atuação e de apoio integrado a qualquer força que venha a atuar fronteira. E com este reforço vindo do Ministério da Justiça, a segurança pública contará com equipes muito competentes que auxiliarão na nossa busca diária pela paz e tranquilidade da comunidade”, disse o comandante.

De acordo com o delegado-chefe da Polícia Civil de Foz do Iguaçu, Rogério Antônio Lopes, o trabalho que já vinha sendo feito na Ponte da Amizade e nos demais pontos estratégicos será otimizado.

“Sem dúvida, com o aumento do número de pessoas que visitam nossa cidade e ultrapassam as fronteiras, o apoio dos 80 policiais da Força Nacional possibilitará uma melhor distribuição das forças de segurança nos pontos mais críticos de acesso ao estado, e permitirá um fluxo de serviço coordenado de forma integrada”, disse o delegado.

Também estão integrados ao grupo 25 policiais militares que atuavam nos serviços de administração, trabalhos de guarda e escolta nos complexos prisionais.

Eles retornam ao efetivo policial militar nas ruas de Foz do Iguaçu, reforçando o policiamento.

ICARAÍMA – “A região Oeste e Noroeste possui uma grande fronteira com outros países, o que a tornou mais propícia para a movimentação ilegal de drogas e outros ilícitos. Com essa ação, podemos notar como o governo do estado se preocupa com a região e com os cidadãos que nela residem, principalmente por coordenar uma ação integrada que durará todo o verão”, disse o prefeito de Icaraíma, Marcos Alex de Oliveira. “

FORÇA NACIONAL – Desde 2004 a Força Nacional tem atuado em conjunto com as forças estaduais, por meio de programa de cooperação federativa, através do Ministério da Justiça e Segurança Pública e as unidades federativas. O efetivo da Força Nacional é composto por policiais militares e civis, bombeiros militares e profissionais de perícia, mobilizados das instituições de segurança pública dos estados e do Distrito Federal.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo