fbpx
Geral

Médico Clóvis Arns receberá título de Vulto Emérito de Curitiba

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) homenageará o médico infectologista Clóvis Arns da Cunha com o título de Vulto Emérito, concedido pessoas ilustres nascidas na capital.

De iniciativa do vereador Marcelo Fachinello (PSC), o projeto de lei foi acatado em primeiro turno, na sessão desta terça-feira (16), com 30 votos favoráveis, 1 contrário e 3 abstenções

Para seguir para a sanção do Executivo, é necessária a ratificação em plenário, nesta quarta (17).

O homenageado é chefe da Divisão de Doenças Infecciosas do Hospital Nossa Senhora das Graças, professor de Doenças Infecciosas e infectologista da Divisão de Transplante de Medula Óssea da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e médico de Doenças Infecciosas no Centro Médico São Francisco. Também preside a Sociedade Brasileira de Infectologia e é referência em pesquisa clínica.

“Participou como investigador principal em mais de 80 estudos clínicos internacionais em diferentes áreas da Infectologia nos últimos 25 anos, incluindo novas vacinas, novos antirretrovirais, novo antibióticos e novos antifúngicos. Tem título de Especialista em Medicina Interna e Infectologia. Suas principais áreas de atuação na Infectologia são: Antibióticos, Vacinas, HIV-AIDS, infecções comunitárias, resistência bacteriana, infecções hospitalares e infecções fúngicas invasivas em pacientes imunodeprimidos.

“Ele participou como investigador principal em mais de 80 estudos clínicos internacionais em diferentes áreas da Infectologia nos últimos 25 anos, incluindo novas vacinas, novos antirretrovirais, novos antibióticos e novos antifúngicos”, destacou Fachinello. “Suas principais áreas de atuação na Infectologia são: Antibióticos, Vacinas, HIV-Aids, infecções comunitárias, resistência bacteriana, infecções hospitalares e infecções fúngicas invasivas em pacientes imunodeprimidos.”

O médico, acrescentou o autor, “tem uma brilhante carreira pautada nos mais importantes valores sólidos e da ética”. “O doutor Clóvis Arns desempenhou um papel muito importante à frente da Sociedade Brasileira de Infectologia durante a pandemia. Sempre pautado na ciência e na ética médica”, continuou o vereador, estendendo a homenagem a todos os profissionais da saúde e pesquisadores que responderam à crise da covid-19.

Dalton Borba (PDT) elogiou o comprometimento do médico com a ética e o bem-estar do cidadão. “Ele é uma referência não só em Curitiba, [mas] no Paraná, no Brasil. Nós sabemos o quanto ele lutou [contra a covid], quantas vidas salvou”, salientou Mauro Ignácio (DEM). “Eu convivi no Hospital Nossa Senhora das Graças, como vocês sabem, por volta de cinco meses, e pude conhecer a entrega de toda equipe, comandada pelo doutor Clóvis Arns”, completou Alexandre Leprevost (Solidariedade).

Para Professora Josete (PT), é fundamental para a saúde pública reconhecer a contribuição de Clóvis Arns e dos pesquisadores na pandemia, “resgatando o papel fundamental da ciência”. Maria Leticia (PV), que também é médica, falou da importância do homenageado, mote de moção de apoio acatada em março passado, por sua iniciativa, e de toda a classe médica no enfrentamento à covid-19. Já Eder Borges (PSD) justificou o voto contrário: “Cloroquina e invermectina salvaram sim muitas vidas. Só não salvaram mais vidas porque foram bloqueadas, sabe-se lá por quais interesses”.

Cidadania Honorária

A CMC confirmou, nesta manhã, a Cidadania Honorária de Curitiba ao jogador de futebol Maycon Vinícius Ferreira da Cruz, o Nikão. Autor do projeto de lei, Alexandre Leprevost defendeu que a homenagem ao atleta Club Athletico Paranaense, que é natural de Belo Horizonte (MG), “independe de torcida”. A matéria recebeu 28 votos favoráveis, 2 contrários e 2 abstenções.

“Esta é maior honraria que Curitiba pode oferecer a um cidadão que não nasceu aqui”, reforçou o vereador, durante a primeira discussão do projeto de lei. O título será entregue em sessão solene dia 22 de novembro, às 19 horas

As sessões plenárias têm transmissão ao vivo pelos canais da CMC no YouTube, no Facebook e no Twitter.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo